2015/09/03

Significado de Jó 29

Significado de Jó 29
Significado de Jó 29

Jó 29

29.1,2 — O desejo de Jó pela prosperidade dos meses passados sugere a duração de seus percalços (Jó 7.3).

29.3-5 — A imagem da candeia de Deus sobre a cabeça de Jó simboliza a bênção divina e o sucesso (compare com Jó 18.5,6; 21.17; e também com Provérbios 18.28,29).

29.6 — A fartura de manteiga (ou de coalhada) e azeite denota riqueza.

29.7 — A porta da cidade com sua praça adjacente, semelhante à moderna praça do fórum, era o lugar onde se descortinavam os procedimentos comerciais e judiciais da cidade (Rt 4.1).

29.8-11 — Quando Jó disse que os moços o viam e se escondiam, e os idosos se levantavam, estava descrevendo o respeito que jovens e velhos lhe tinham por causa de seu cargo na cidade.

29.12,13 — Jó rejeita as alegações feitas por Elifaz no capítulo 22, versículos 6-9.

29.14,15 — O retrato vívido de Jó coberto de justiça e usando o juízo como manto é um contraste cruel com sua situação atual, em que sua carne se tem vestido de bichos (Jó 7.5). Ele ressaltará esse contraste no capítulo 30.

29.16 — Jó era pai dos necessitados (ou seja, protegia diligentemente o direito deles). De forma parecida, o rei Hamurabi, [nascido supostamente por volta de 1810 a.C. e falecido em 1750 a.C., foi o sexto rei da primeira dinastia babilônica] , (no epílogo de seu famoso código) descreve-se como “um verdadeiro pai para seu povo”, cujas palavras ajudaram as causas dos oprimidos.

29.17-19 — Na expressão quebrava os queixais, Jó declara que resgatava os pobres (v. 12) e os indefesos das mãos dos ímpios. Agindo como juiz, ele havia constituído um ambiente de justiça e honradez (v. 14). Isso explica o uso frequente de metáforas jurídicas em suas defesas ( Jó 9 . 3 ) .

29.20-25 — Jó relembra o seu passado de honra. Enquanto atravessa severas atribulações, ele faz o que muitas pessoas fariam: ansiava pelos bons tempos quando ainda tinha destreza ou força com o arco. A oração meu arco se reforçava na minha mão simboliza um rejuvenescimento de vigor e força (Gn 49.24). Quando fora de uso, os arcos costumavam ficar sem a corda, permitindo que a madeira retivesse sua força.

Índice: Jó 1 Jó 2 Jó 3 Jó 4 Jó 5 Jó 6 Jó 7 Jó 8 Jó 9 Jó 10 Jó 11 Jó 12 Jó 13 Jó 14 Jó 15 Jó 16 Jó 17 Jó 18 Jó 19 Jó 20 Jó 21 Jó 22 Jó 23 Jó 24 Jó 25 Jó 26 Jó 27 Jó 28 Jó 29 Jó 30 Jó 31 Jó 32 Jó 33 Jó 34 Jó 35 Jó 36 Jó 37 Jó 38 Jó 39 Jó 40 Jó 41 Jó 42

Nenhum comentário:

Postar um comentário