2017/07/10

Apocalipse 4:1-11 — Interpretação Bíblica

Apocalipse 4:1-11 — Interpretação Bíblica





Adoração no céu
(Leia Apocalipse 4.1-11)

Neste capítulo, João tem uma visão do culto no céu. Aquele que está sentado no trono (“alguém”, v. 2), que é o Criador de todas as coisas (v. 11), é adorado e louvado sem cessar (“não paravam de cantar”, v. 8) pelos quatro seres vivos (vs. 6-8) e pelos vinte e quatro líderes, sentados nos seus tronos (vs. 4,10-11).
4.1 Depois disso Aqui, termina um episódio e começa outro (Ap 7.1,9; 15.5; 18.1). outra visão Ver a primeira visão em Ap 1.9-20. a voz... que antes havia falado comigo A voz do próprio Cristo (Ap 1.10-20). precisa acontecer Ver Ap 1.1, n.
4.2-3 O que João vê lembra, em parte, a visão de Ezequiel (Ez 1.26-28; ver também Ap 10.1).
4.2 dominado pelo Espírito de Deus Ver Ap 1.10, n. alguémO próprio Deus (vs. 8-11).
4.3 sárdio Uma pedra vermelha encontrada originalmente em Sardes.
4.4 líderes O original grego tem a palavra “presbíteros”. Esses vinte e quatro líderes, provavelmente, sejam os representantes celestiais do povo de Deus do tempo do AT (as doze tribos de Israel) e do tempo do NT (os doze apóstolos de Cristo; Ap 21.12-14). vestidos de branco Ver Ap 3.4, n.
4.5 relâmpagos, estrondos e trovões Ap 8.5; 11.19; 16.18. A cena lembra a manifestação de Deus no monte Sinai (Êx 19.16). tochas acesas Ez 1.13. os sete espíritos de Deus Na Bíblia, sete é o número ideal, o número completo ou perfeito. “Sete espíritos” parece ser uma maneira de falar sobre o Espírito de Deus ou, então, sobre os dons do Espírito Santo (Ap 1.4; 5.6; Zc 4.2).
4.6-7 quatro seres vivos... leão... touro... ser humano... águia Ez 1.5-10; 10.14.
4.6 um mar de vidro Ap 15.2.
4.8 tinha seis asas... não paravam de cantar Is 6.2-3.

Nenhum comentário:

Postar um comentário