2015/12/25

Aleijado — Estudo Bíblico

Aleijado — Estudo Bíblico
Aleijado

A palavra indica alguém defeituoso nos membros; se nos membros inferiores, um coxo. A razão do aleijão podia ser congênita, por motivo de enfermidade ou devido a algum acidente, Uma forma comum de aleijão, no Oriente Médio, era a cilose, ou pés atrofiados. Uma outra forma era a atrofia da perna inteira. Grande parte desses aleijões eram consequências de acidentes. Sem importar a causa, qualquer aleijão desqualificava um homem para servir como sacerdote, segundo a lei do Antigo Testamento. Mas um homem assim aleijado podia com eras carnes oferecidas em sacrifício, praticando qualquer outra coisa relativa à fé religiosa judaica, sem qualquer impedimento (ver Lev. 21:17-23). Ficamos sabendo, com base em II Samuel 5:6,8, que durante o início da monarquia havia muitos aleijados em Israel. Jesus, os apóstolos e os aleijados.  Durante Seu ministério terreno, Jesus curou a muitos aleijados (ver Mateus 15:30 e 21:14). Pedro e João curaram um coxo, em uma notável ocasião (ver Atos 3:2-8). Ao relatar o ocorrido, Lucas usou os termos basis,  “pé” e scura, “artelhos”. Portanto, o caso envolvia um problema com os pés. Paulo curou em Listra a um “aleijado” (ver Atos 14:8-10). Implicações metafóricas. Podem os pensar em pessoas espiritualmente aleijadas. A debilidade geral humana também pode ser assim retratada. O fato de que não podia haver sacerdotes levitas aleijados sugere-nos que aquilo que é oferecido em serviço a Deus precisa ser perfeito, não podendo ser deformado em qualquer sentido. A espiritualidade importa em saúde, e coisa alguma que sugerisse o contrário podia estar envolvida no ministério do templo, da mesma forma que, em Cristo, os crentes são considerados hígidos e perfeitos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário