2019/08/27

Interpretação de Josué 19

Interpretação de Josué 19

Interpretação de Josué 19




Josué 19
3) Território de Simeão. 19:1-9. Dando a Simeão as terras ao sul da herança de Judá, Deus começou a cumprir a maldição de Jacó com referência a Simeão (Gn. 49:7), Os simeonitas foram se parados de seus companheiros de marcha, Rúben e Gade (Nm. 10:18-20) que já tinham rejeitado Simeão, escolhendo, antes, estabelecer-se na Transjordânia ao lado dos manassitas.
4) Território de Zebulom. 19:10-16. Um distrito sem acesso ao mar na Galiléia Inferior incluindo a Nazaré no N.T. A sabedoria divina colocou Zebulom e Issacar, as tribos de Lia, ao norte das tribos de Raquel, a fim de cimentar a união de toda Israel, Judá, Issacar e Zebulom acamparam juntas no deserto (Nm. 2:3-7; 10:14-16). Esses laços persistiram durante séculos. Maria e José, por exemplo, ambos da tribo de Judá, habitavam no antigo território de Zebulom, Além disso, só os zebulonitas deram a uma cidade o nome de Belém (Js. 19:15) segundo uma que havia em Judá.
5) Território de Issacar. 19:17-23. O território que se estendia do Monte Tabor a oeste até o trechinho do mar ao sul do Mar da Galiléia, incluindo em sua área o Vale de Jezreel,
6) Território de Aser. 19:24-31. A região litorânea desde o Monte Carmelo ao norte, pelo menos teoricamente, até Tiro e Sidom. Inscrições de Seti I (cerca de 1310 A.C.) e de Ramessés II contém referências a um território de um povo aramado ‘asaru, correspondente ao interior da Fenícia do sul, indicando assim que Aser já tinha começado a se estabelecer ali nos fins do século quatorze.
7) Território de Naftali. 19:32-39. A Galiléia Superior e Inferior Oriental, Y. Aharoni de Israel, que fez um levantamento topográfico arqueológico na Galiléia Superior, descobriu provas de numerosos pequenos povoados, todos juntos, que ele atribui aos israelitas e alguns dos quais ele diz terem começado no século quatorze ["Problems of the Israelite Conquest in the Light of Archaeological Discoveries", The Holy Land, Antiquity and Survival, II (1957), 146-149. Veja também no Journal of Semitic Studies, lV (July, 1959), 279, 280, B.S.J. Isserlin's review of Aharoni's report in Hebrew] .
8) Território de Dã. 19:40-48. Para fortalecer mais a união de Israel, Deus separou Dã de seu irmão Naftali, ambos filhos de Bila (Gn. 30:5 -8) e de seus companheiros no deserto, Naftali e Aser (Nm. 10:25-27), localizando Dã entre Benjamim e o Mediterrâneo. Por causa disso, quando parte do território de Dã foi perdido para os amorreus na Planície Filistéia (Jz. 1:34), alguns dos danitas apostataram e migraram para o norte, apossando-se de Lesem perto da região setentrional de Naftali (Jz,17; 18). Esta migração ocorreu necessariamente antes do surgimento das cidades-estados araméias no século doze (cons. II Sm. 10:6), provavelmente durante o Juizado de Otniel (Jz. 3:11; 18:28, 30), cerca de 1370-1330 A.C.
9) A Conclusão da Divisão da Terra. 19:49-51. Josué esteve pronto a esperar até o fim para receber a sua parte – Timnate-Sera (Khirbei Tibneh, 17,70kms a sudoeste de Siló, 27,35kms a sudoeste de Siquém) no montanhoso distrito de Efraim, sua tribo. 

Índice: Josué 1 Josué 2 Josué 3 Josué 4 Josué 5 Josué 6 Josué 7 Josué 8 Josué 9 Josué 10 Josué 11 Josué 12 Josué 13 Josué 14 Josué 15 Josué 16 Josué 17 Josué 18 Josué 19 Josué 20 Josué 21 Josué 22 Josué 23 Josué 24

Nenhum comentário:

Postar um comentário