2019/08/26

Interpretação de Josué 23

Interpretação de Josué 23

Interpretação de Josué 23



Josué 23
A. O Discurso de Despedida de Josué para os Líderes de Israel. 23:1-16. 
O livro de Josué começa com Deus mandando Josué assumir o comando; termina com Josué exortando a nação a completar a conquista da terra. De dez a vinte anos deviam ter passado desde a divisão dos territórios tribais, quando a idade de Josué começou a lhe pesar (veja observações sobre 13:1). Naqueles anos subsequentes ele observou a crescente complacência de Israel e sua tendência a se comprometer com os pagãos, enquanto sua própria incapacidade o impedia de assumir a liderança pessoal na tomada matar dos centros de resistência cananeus. Já que Deus não pretendia que ninguém o substituísse como comandante geral, teria falhado não treinando os líderes tribais na continuação da luta? Agora, sentindo a aproximação da morte, tinha de usar as forças que lhe restavam para despertar em Israel uma renovação de fidelidade para com Jeová e obediência à aliança.
23:1,2. Traduza e pontue assim: Passado muito tempo depois que... os senis inimigos em redor, e Josué estava velho e entrado em anos (lit., dias), que chamou Josué a todo o Israel, os seus anciãos... Primeiro ele convocou os líderes da nação, provavelmente em Silo, onde estava o tabernáculo (18:1), a fim de adverti-los mais veementemente dos perigos de se apostatar de Jeová.
23:3-5. Primeiro, ele os encorajou a recordar o que Deus tinha feito por eles e também Suas promessas de desarraigar as nações pagãs.
23:6-11. Depois, rogou (a forma imperativa ou jussiva de comando não foi usada) que fossem muito resolutos em seguir a Lei, como ele fora (1:7), para que não se misturassem nem se associassem com os cananeus idólatras que ainda não tinham sido expulsos. Insistiu com eles a que continuassem a se apegar devotadamente (23:8) a Jeová seu Deus, e a amá-Lo (cons. Êx. 20:6) - "pois o Senhor vosso Deus é o que luta por vós, conforme vos prometeu". Mas ao Senhor vosso Deus vos apegareis é a maneira usada no V-T- para se dizer "permanecei em Cristo" (cons. Js. 15:1-10).
23:12,13. Terceiro, advertiu-os severamente das conseqüências do casamento com seus vizinhos (proibido em Êx. 34:12-16; Dt. 7:3), pois tal associação seduziria os israelitas e os levaria a praticar o culto à fertilidade, transformando-se em açoite para suas costas e amargura para os seus olhos (cons. Nm, 35:55). Do mesmo modo não devemos nos acomodar com qualquer pecaminoso hábito sedutor em nossas vidas.
23:14-16. Concluindo, resumiu seus pensamentos, enfatizando a maldição que sobreviria à transgressão da aliança, baseando suas ameaças em Lv, 26: 14 -33 ; Dt. 28: 15-68 ; etc.

Um comentário: