2019/09/19

Estudo sobre Êxodo 9

Estudo sobre Êxodo 9

Estudo sobre Êxodo 9




Êxodo 9
As pragas sobre o rebanho e o povo (9.1-12)
v. 3. praga: a palavra não é mais específica do que isso. E possível que tenha sido uma epidemia de antraz, embora o v. 6 faça crer que ocorreu a destruição repentina e ampla dos rebanhos. Mas somente os animais nos campos parecem ter sofrido; cf. comentário do v. 6. camelos, provavelmente, eram pouco numerosos no Egito do século XIII a.G. v. 4. distinção: cf. 8.22,23. Aparentemente, os israelitas ainda possuíam rebanhos, apesar de suas privações (cf. Gn 46.31-34). v. 6. Todos os rebanhos dos egípcios deve se referir ou aos animais no campo (cf. v. 3) ou ser entendido como hipérbole (cf. comentário de 1.7); os v. 19,20 se referem a mais rebanhos no campo. v. 8. A praga seguinte traz sofrimento tanto para animais quanto para seres humanos. v. 9. feridas purulentas: Dt 28.27 menciona as “úlceras do Egito” como um castigo a ser evitado. A palavra ocorre diversas vezes em Lv 13, entre os sintomas da “lepra”. O antraz de pele e de feridas são os diagnósticos mais próximos que têm sido sugeridos, v. 11. Os magos, que já haviam sido forçados a admitir a derrota (8.18,19), sofrem com a vergonha adicional de contrair a praga assim como o restante da população.

10)  A praga do granizo (9.13-35)
O anúncio da sétima praga é prefaciado com algumas palavras de explicação em benefício do rei. A essa altura, ele já deveria ter descoberto que em todo o processo havia estado à mercê do Deus dos hebreus, v. 14. mandarei desta vez todas as minhas pragas: a NLT traz “vou enviar uma praga que realmente vai falar com você”, v. 16. Cf. Rm 9.17. Sem saber, o rei estava ajudando a aumentar a reputação (nome) de Deus. v. 18. O Egito não tinha tempestades de granizo com tanta frequência; essa seria de uma intensidade inusitada, v. 19. rebanhos', cf. comentário do v. 6. Os v. 19,20 introduzem um novo elemento. Deveria haver a oportunidade para que os egípcios se protegessem da tempestade de granizo. Alguns egípcios se valeram da sua inteligência e tiraram todos os homens e animais do campo. v. 29. erguerei as mãos: observe quase a mesma expressão no v. 22. Essa é a atitude na oração, como em lRs 8.22 etc. v. 31. Um importante indicador de tempo é fornecido com a menção de linho e cevada. O estágio em que são descritos ocorreria em janeiro e fevereiro, v. 32. o trigo e o centeio viriam um mês ou dois mais tarde.

Índice: Êxodo 1 Êxodo 2 Êxodo 3 Êxodo 4 Êxodo 5 Êxodo 6 Êxodo 7 Êxodo 8 Êxodo 9 Êxodo 10 Êxodo 11 Êxodo 12 Êxodo 13 Êxodo 14 Êxodo 15 Êxodo 16 Êxodo 17 Êxodo 18 Êxodo 19 Êxodo 20 Êxodo 21 Êxodo 22 Êxodo 23 Êxodo 24 Êxodo 25 Êxodo 26 Êxodo 27 Êxodo 28 Êxodo 29 Êxodo 30 Êxodo 31 Êxodo 32 Êxodo 33 Êxodo 34 Êxodo 35 Êxodo 36 Êxodo 37 Êxodo 38 Êxodo 39 Êxodo 40

Nenhum comentário:

Postar um comentário