2019/09/02

Estudo sobre Ezequiel 33

Estudo sobre Ezequiel 33

Estudo sobre Ezequiel 33




Ezequiel 33

VIII. A ESPERANÇA DE RESTAURAÇÃO (33.1—37.28)
1) O comissionamento da sentinela (33.1-20)
Essa seção é uma transição literária dos oráculos contra as nações estrangeiras (25.1-32) para a notícia da queda de Jerusalém (v. 21,22) e as mensagens de restauração que se seguem. Grande parte do material já apareceu em contextos anteriores do livro (cf. 3.16-19; 18.21-32), mas aqui tudo é apresentado (presumivelmente) em sua forma original como uma unidade literária.
v. 2. Quando eu trouxer a espada contra uma terra: o ataque militar é uma forma de visitação divina (cf. 14.17,21). A designação e responsabilidade de uma sentinela em tais circunstâncias são esboçadas em termos gerais nos v. 2-6. Nos v. 7-9, o profeta é designado sentinela para a nação de Israel\ esses versículos já apareceram em 3.17-19.
v. 10. Nossas ofensas e pecados são um peso sobre nós: essa queixa proporciona a ocasião para o encorajamento que vem logo em seguida. v. 11. não tenho prazer...', o paralelo em 18.23 é dado de forma retórica: “Teria eu algum prazer...?”. Os v. 12-20 foram antecipados em 18.21-30. Esse tom evangélico é especialmente adequado para a situação presente de Israel. A lembrança dos pecados dos seus pais e dos seus próprios bem que poderia tê-los levado ao desespero, se não fosse pela certeza de que o passado pode ser esquecido e um novo começo pode ser feito.

2) Notícias da queda de Jerusalém (33.21,22)
A data no TM (8 de janeiro de 585 a.C.) é surpreendentemente tardia, visto que Jerusalém havia caído em 29 de julho de 587 a.C., aproximadamente 18 meses antes (Jr 39.2; 52.6). Algumas evidências (inclusive alguns manuscritos hebraico e da LXX e a Versão Siríaca) trazem “o décimo primeiro ano”, em vez de décimo segundo ano (v. 21); a data seria então 19 de janeiro de 586 a.C. v. 22. a mão do Senhor estivera sobre mim\ cf. 1.3. e eu não me calei mais: na época do cerco da cidade, Ezequiel tinha recebido a palavra de que, quando um fugitivo lhe trouxesse a notícia da sua queda, a sua boca seria aberta (24.2527); essa promessa agora se cumpriu (cf. também 3.25-27).

3) Advertência aos que foram deixados em Judá (33.23-29)
Os que foram deixados em Judá depois da deportação eram um remanescente lamentável, “o restante dos mais pobres da terra” (Jr 52.16), mas a seus próprios olhos eram muitos em comparação com Abraão, que era apenas um único homem e, mesmo assim, possuiu a terra', daí eles consideravam que a partir de então a terra era deles como propriedade (v. 24; cf. 11.15). Contudo, o futuro não pertencia a eles, mas a seus irmãos exilados; eles mesmos estavam destinados a ser diminuídos ainda mais pela espada, animais selvagens e peste (v. 27; cf. 5.12,17; 14.21) em virtude de sua persistência nas coisas repugnantes morais e cultuais, como as que foram denunciadas anteriormente em 18.10-13. Houve uma deportação posterior de judeus em 583/2 a.C. (Jr 52.30). v. 25. vocês comem carne com sangue, algo proibido para a humanidade em Gn 9.4 e para Israel em Lv 17.10ss etc.; o correlato disso em Ez 18.11 é comer “nos santuários que há nos montes”, v. 28. os montes de lsraeh cf. 6.2ss.

4) Admoestação aos exilados (33.30-33)
Somente os que verdadeiramente amassem Deus poderiam possuir a terra, e mesmo os exilados tinham um longo caminho a percorrer antes de estarem preparados para a restauração. Eles gostavam de ouvir o oráculo mais recente de Ezequiel (v. 30), mas não guardavam as suas palavras no coração; estavam mais preocupados com ganhos pessoais (v. 31). Eles ouviam o que ele dizia como alguém ouvia com prazer um belo cantor ou um instrumento bem afinado, mas isso não fazia diferença prática para a sua conduta (v. 32). Mas a sua mensagem viria a se cumprir, e então eles saberão que um profeta esteve no meio deles (v. 33; cf. 2.5).

Índice: Ezequiel 1 Ezequiel 2 Ezequiel 3 Ezequiel 4 Ezequiel 5 Ezequiel 6 Ezequiel 7 Ezequiel 8 Ezequiel 9 Ezequiel 10 Ezequiel 11 Ezequiel 12 Ezequiel 13 Ezequiel 14 Ezequiel 15 Ezequiel 16 Ezequiel 17 Ezequiel 18 Ezequiel 19 Ezequiel 20 Ezequiel 21 Ezequiel 22 Ezequiel 23 Ezequiel 24 Ezequiel 25 Ezequiel 26 Ezequiel 27 Ezequiel 28 Ezequiel 29 Ezequiel 30 Ezequiel 31 Ezequiel 32 Ezequiel 33 Ezequiel 34 Ezequiel 35 Ezequiel 36 Ezequiel 37 Ezequiel 38 Ezequiel 39 Ezequiel 40 Ezequiel 41 Ezequiel 42 Ezequiel 43 Ezequiel 44 Ezequiel 45 Ezequiel 46 Ezequiel 47 Ezequiel 48

Nenhum comentário:

Postar um comentário