2016/11/14

Deuteronômio 23 — Estudo Devocional

Deuteronômio 23 — Estudo Devocional

Deuteronômio 23 — Estudo Devocional





Deuteronômio 23 

Pessoas que não podem fazer parte do povo de Deus
23.1-8 Nenhum… fará parte do povo de Deus. A tradução mais literal diz “não poderá entrar na assembleia do Senhor”. Recém saídos do cativeiro no Egito, ainda tomados por medos e mágoas, era impensável ao povo de Israel a ideia de salvação para os não judeus (gentios), que seria depois pregada na Nova Aliança, especialmente para determinados grupos. Por isso era importante estabelecer com clareza quem seriam os inimigos e possíveis traidores. Dos netos em diante. Mesmo assim, para vários povos essa proibição terminaria após certo tempo, e depois poderiam ser aceitos no meio do povo de Deus. Na Nova Aliança todos os povos serão incluídos na salvação.

23.1 Nenhum homem castrado. Era comum que homens tivessem feito a castração como oferenda aos deuses egípcios e, talvez por isso, os eunucos entraram nesta lista. Em Lv 21.20 vemos que eles não poderiam servir como sacerdotes, e temos alguns exemplos posteriores de sua convivência em Israel (2Rs 9.32, At 8.27).

Limpeza no acampamento
23.9-14 procurem evitar qualquer coisa que os torne impuros. Aqui se estabelece uma equivalência entre o conceito de “pureza espiritual” e o de “higiene”. Inicialmente não se fazia distinção entre eles, pois não se conhecia a existência de doenças contraídas por meio da contaminação por bactérias. Coisa parecida pode ser dita da orientação sobre as doenças de pele (Dt 24.8).

Diversas leis
23.15-16 Se um escravo fugir. Essa orientação sugere não entregar um escravo fugitivo ao dono, nem maltratá-lo. O povo de Israel certamente ainda lembrava muito bem o que é passar por isso, por ter sido escravo no Egito.

23.17-18 Nenhum israelita… praticará a prostituição nos templos pagãos. Era comum a relação sexual em troca de dinheiro, como parte da liturgia de cultos pagãos. Aqui é proibido aos homens e mulheres israelitas, além da prostituição, trazerem para o culto ao Deus de Israel elementos de outros cultos, como o dinheiro da prostituição cultual. Israel deveria manter a sua identidade cultural independente dos povos vizinhos.

23.19-20 Não cobrem juros… a um israelita. Essa orientação econômica parece ter o mesmo sentido de outras neste capítulo: fortalecer a identidade do povo de Israel, para que a cultura judaica não se perdesse na miscigenação com os povos vizinhos, e não conseguisse se estabelecer como nação na nova terra. O crédito facilitado entre os israelitas permitiria crescimento econômico e melhores condições para se estabelecerem.

23.21-23 Quando você fizer uma promessa ao Senhor. O texto parece entender que algumas pessoas podem sentir a necessidade de fazer promessas a Deus, embora não sejam obrigadas a fazê-las. Nesse caso, a orientação é para que não se esqueçam do acordo feito, nem fiquem adiando, mas cumpram logo o que prometeram.

23.24-25 você poderá comer. Esta orientação traz o conceito da partilha de bens entre as pessoas de uma mesma comunidade. Porém, isto não significa que alguém poderia dela se aproveitar para acumular ganhos, ou seja, ele só poderia pegar aquilo que fosse comer no momento, como o pão de cada dia, como o Maná recebido diariamente no deserto (Êx 16.4). Vemos este hábito aparecer na prática dos discípulos de Jesus (Mt 12.1).

Índice: Deuteronômio 1 Deuteronômio 2 Deuteronômio 3 Deuteronômio 4 Deuteronômio 5 Deuteronômio 6 Deuteronômio 7 Deuteronômio 8 Deuteronômio 9 Deuteronômio 10 Deuteronômio 11 Deuteronômio 12 Deuteronômio 13 Deuteronômio 14 Deuteronômio 15 Deuteronômio 16 Deuteronômio 17 Deuteronômio 18 Deuteronômio 19 Deuteronômio 20 Deuteronômio 21 Deuteronômio 22 Deuteronômio 23 Deuteronômio 24 Deuteronômio 25 Deuteronômio 26 Deuteronômio 27 Deuteronômio 28 Deuteronômio 29 Deuteronômio 30 Deuteronômio 31 Deuteronômio 32 Deuteronômio 33 Deuteronômio 34

Nenhum comentário:

Postar um comentário