Resumo de Jeremias 7

Resumo de Jeremias 7

Resumo de Jeremias 7



Jeremias 7

Depois de o profeta, em nome de Deus, ter repreendido o povo por seus pecados, e ter avisado sobre os juízos de Deus que viriam sobre eles, nesse capítulo ele prossegue o mesmo intento, para sua humilhação e seu despertar. I. Deus lhes mostra a invalidade da alegação em que tanto confiavam, de que tinham o templo de Deus entre eles, e constantemente o frequentavam, e se esforça para tirá-los da sua confiança em seus privilégios externos e realizações (vv. 1-11). II. Ele os lembra das desolações de Siló, e prediz que as desolações de Jerusalém seriam semelhantes (vv. 12-16). III. Ele descreve ao profeta as abomináveis idolatrias do povo, pelas quais estava tão instigado contra eles (vv. 17-20). IV. Ele apresenta diante do povo aquela máxima fundamental da religião de que “o obedecer é melhor do que o sacrificar” (1 Sm 15.22), e que não aceitaria os sacrifícios daqueles que obstinadamente persistissem na desobediência (vv. 21-28). V. Ele ameaça deixar a terra completamente destruída pela sua idolatria e impiedade, e multiplicar seus mortos, assim como eles tinham multiplicado os seus pecados (vv. 29-34).


Índice: Jeremias 1 Jeremias 2 Jeremias 3 Jeremias 4 Jeremias 5 Jeremias 6 Jeremias 7 Jeremias 8 Jeremias 9 Jeremias 10 Jeremias 11 Jeremias 12 Jeremias 13 Jeremias 14 Jeremias 15 Jeremias 16 Jeremias 17 Jeremias 18 Jeremias 19 Jeremias 20 Jeremias 21 Jeremias 22 Jeremias 23 Jeremias 24 Jeremias 25 Jeremias 26 Jeremias 27 Jeremias 28 Jeremias 29 Jeremias 30 Jeremias 31 Jeremias 32 Jeremias 33 Jeremias 34 Jeremias 35 Jeremias 36 Jeremias 37 Jeremias 38 Jeremias 39 Jeremias 40 Jeremias 41 Jeremias 42 Jeremias 43 Jeremias 44 Jeremias 45 Jeremias 46 Jeremias 47 Jeremias 48 Jeremias 49 Jeremias 50 Jeremias 51 Jeremias 52