sábado, 2 de maio de 2009

HABACUQUE, LIVRO, PROFETA, COMENTÁRIO, ESTUDO BIBLICOS, TEOLOGICOS
O profeta continua a descrever as ações de Yehowah ao destruir Seus inimigos. Lemos em Habacuque 3:12: “Marchaste com verberação através da terra. Em ira trilhaste as nações.” Ainda assim, Yehowah não destruirá indiscriminadamente. Alguns humanos serão salvos. “Saíste para a salvação do teu povo, para salvar o teu ungido”, diz Habacuque 3:13. Deveras, Yehowah salvará os seus fiéis servos ungidos. A destruição de Babilônia, a Grande, o sistema mundial de religiões falsas, será então completa.

No entanto, atualmente, as nações procuram eliminar a adoração pura. Dentro em breve, os servos de Deus serão atacados pelas forças de Gogue de Magogue. (Ezequiel 38:1–39:13; Apocalipse 17:1-5, 16-18) Será que este ataque satânico terá êxito? Não! Deus irá então esmagar com furor os seus inimigos, pisando-os como grãos numa eira. Mas ele salvará os que o adoram com espírito e verdade. — João 4:24.

O aniquilamento total dos iníquos é predito nas seguintes palavras: “[Yehowah,] despedaçaste o cabeça da casa do iníquo. Houve a exposição do alicerce até o pescoço.” (Habacuque 3:13) Esta “casa” é o sistema iníquo desenvolvido sob a influência de Satanás, o Diabo. Será despedaçada. O “cabeça”, ou os líderes em oposição a Deus, serão esmigalhados. A estrutura inteira será demolida, até o alicerce. Não existirá mais. Que maravilhoso alívio isso dará!

No Armagedom, os que procurarem destruir o “ungido” de Deus serão lançados em confusão. Segundo Habacuque 3:14, 15, o profeta fala a Deus, dizendo: “Com os seus próprios bastões furaste a cabeça dos seus guerreiros quando avançaram tempestuosamente para espalhar-me. Sua rejubilação era a dos decididos a devorar o atribulado num esconderijo. Avançaste através do mar com os teus cavalos, através da massa das vastas águas.”

Quando Habacuque diz “guerreiros . . . avançaram tempestuosamente para espalhar-me”, o profeta fala pelos servos ungidos de Deus. Assim como salteadores de estrada de tocaia, as nações saltarão sobre os servos de Deus para destruí-los. Estes inimigos de Deus e do seu povo ‘rejubilarão’ confiantes no seu êxito. Os cristãos fiéis parecerão fracos, como um “atribulado”. Mas, quando as forças em oposição a Deus lançarem seu ataque, Yehowah fará com que voltem as suas armas contra si mesmos. Usarão as suas armas, ou “bastões”, contra os seus próprios guerreiros.

No entanto, há mais no futuro. Yehowah usará forças espirituais sobre-humanas para completar a destruição dos seus adversários. Com os “cavalos” dos seus exércitos celestiais sob Jesus Cristo, ele avançará vitorioso pelo “mar” e pela “massa das vastas águas”, quer dizer, as massas empoladas da humanidade inimiga. (Apocalipse 19:11-21) Os iníquos serão então removidos da Terra. Que demonstração vigorosa de divino poder e justiça!

O dia de Yehowah está chegando: Podemos ter certeza de que as palavras de Habacuque se cumprirão em breve. Não demorarão. Como reage você a este conhecimento antecipado? Lembre-se de que Habacuque escreveu sob inspiração divina. Yehowah agirá, e, quando isso acontecer, haverá devastação na Terra. Não é de admirar que o profeta escrevesse: “Ouvi, e meu ventre começou a ficar agitado; meus lábios tremeram diante do som; a podridão começou a penetrar-me nos ossos; e eu estava agitado na minha situação, de aguardar tranquilamente o dia da aflição, a sua vinda sobre o povo, para que ele os acometesse.” (Habacuque 3:16) Habacuque estava muito agitado — o que é compreensível. Mas, ficou sua fé abalada? De forma alguma! Ele estava disposto a esperar com calma o grande dia de Deus. (2 Pedro 3:11, 12) Não é esta também a nossa atitude? Claro que é! Temos plena fé em que a profecia de Habacuque se cumprirá. No entanto, até que isso aconteça, esperaremos com paciência.

Uma guerra sempre causa dificuldades, mesmo para o lado vencedor. Pode haver escassez de alimentos. Podem-se perder propriedades. Os padrões de vida podem baixar. Como reagiremos se isso acontecer conosco? Habacuque tinha uma atitude exemplar, pois ele disse: “Ainda que a própria figueira não floresça e não haja produção nas videiras, o trabalho da oliveira realmente resulte em fracasso e os próprios socalcos realmente não produzam alimento, o rebanho seja separado do redil e não haja manada nos currais; ainda assim, no que se refere a mim, vou rejubilar com o próprio Yehowah; vou jubilar com o Deus da minha salvação.” (Habacuque 3:17, 18) Habacuque realisticamente esperava dificuldades, talvez fome. Ainda assim, nunca perdeu a sua alegria em Deus, que lhe dava a salvação.

Atualmente, mesmo antes da guerra de Yehowah contra os iníquos, muitos sofrem severa aflição. Nosso Senhor Jesus Cristo predisse que guerras, fomes, terremotos e pestilências seriam partes do ‘sinal da sua presença’ no poder régio. (Mateus 24:3-14; Lucas 21:10, 11) Muitos de nossos concrentes moram em terras severamente afligidas pelo cumprimento das palavras de Jesus e em resultado disso sofrem grandes dificuldades. Outros cristãos podem ficar similarmente afetados no futuro. Para muitos mais de nós, é bem possível que a “figueira não floresça” antes de vir o fim.

No entanto, sabemos por que isso acontece, e isso nos dá força. Além disso, temos apoio. Jesus prometeu: “Persisti, pois, em buscar primeiro o reino e a Sua justiça, e todas estas outras coisas vos serão acrescentadas.” (Mateus 6:33) Isto não garante uma vida confortável, mas garante-nos que, se dermos a Deus o primeiro lugar na nossa vida, ele cuidará de nós. — Salmo 37:25.

Não importa que dificuldades temporárias tenhamos de enfrentar, não perderemos a fé no poder salvador de Deus. Muitos de nossos irmãos e irmãs na África, na Europa Oriental e em outros lugares vêem-se confrontados com extremas dificuldades, mas continuam a rejubilar com Deus. Que nós, assim como eles, nunca deixemos de fazer o mesmo. Lembre-se de que o Soberano Senhor Yehowah é nossa Fonte de “energia vital”. (Habacuque 3:19) Ele nunca nos abandonará. O Armagedom virá com certeza, e haverá um novo céu e uma nova terra. (2 Pedro 3:13) Então “a terra se encherá do conhecimento da glória de Yehowah assim como as próprias águas cobrem o mar”. (Habacuque 2:14) Até que venha este tempo maravilhoso, sigamos o bom exemplo de Habacuque. Que sempre ‘rejubilemos com o próprio Yehowah e jubilemos com o Deus de nossa salvação’.

Continuação de nosso estudo bíblico do livro do profeta Habacuque:

Cf. Comentário de Habacuque Cap. 1 (Part. 1)
Cf. Comentário de Habacuque Cap. 1 (Part. 2)
Cf. Comentário de Habacuque Cap. 2 (Part. 1)
Cf. Comentário de Habacuque Cap. 2 (Part. 2)
Cf. Comentário de Habacuque Cap. 2 (Part. 3)
Cf. Comentário de Habacuque Cap. 3 (Part. 1)

Um comentário:

  1. gloria Deus por homens que Ele escolheu e lhe deu capacidade de nos ensinar a cremos cada dia mais e mais na palavra de Deus e no Deus da palavra. ótimo esses estudos sobre o livro de habacuque, fui e estou tremedamente edificado e continuarei assim por muitos e muitos anos até que Ele venha, MARANATA AMÉM.

    ResponderExcluir

Compartilhe Este Artigo

Delicious Digg Facebook Favorites More Stumbleupon Twitter

Pesquise outros Estudos