Introdução ao Livro de Êxodo



Introdução ao Livro de Êxodo

Introdução ao Livro de Êxodo


Os israelitas são libertados da escravidão no Egito 1.1—15.21
1. A escravidão no Egito cap. 1
2. O nascimento de Moisés e a primeira parte da sua vida caps. 2—4
3. Moisés e Arão e o rei do Egito caps. 5—11
4. A Páscoa e a saída do Egito 12.1—15.21
Do mar Vermelho ao monte Sinai 15.22—18.27
A Lei e a aliança caps. 19—24
A Tenda Sagrada e as instruções para a adoração caps. 25—40

INTRODUÇÃO

Êxodo quer dizer “saída” e é o título deste livro na antiga versão grega chamada de Septuaginta. Este livro trata do acontecimento mais importante na história do povo de Israel, isto é, a saída dos israelitas do Egito, onde eram escravos. Deus os liberta para que sejam o seu povo e, no monte Sinai, ele lhes dá leis que eles deverão obedecer. Ali, o Senhor faz a sua aliança com eles: ele será o Deus deles e eles serão o seu povo (19.2-6; 24.4-8).

A figura central do livro é Moisés, o homem escolhido por Deus para tirar o seu povo do Egito (Dt 34.10-12). O cap. 3 conta como Deus chamou Moisés e lhe revelou o seu nome sagrado: “EU SOU QUEM SOU” (3.14-15). Mas, acima de tudo, este livro conta o que Deus fez, como ele libertou o seu povo e como, daquela gente, ele formou uma nação cheia de esperança para o futuro. O trecho mais conhecido do livro é a lista dos dez mandamentos no cap. 20.

1. CONTEÚDO
O livro se divide em quatro partes principais: 1) a libertação dos hebreus da escravidão no Egito; 2) a caminhada até o monte Sinai; 3) a aliança de Deus com o seu povo no monte Sinai, onde ele lhes dá leis religiosas, morais e civis; 4) a construção da Tenda da Presença de Deus, onde Deus mora com o seu povo.

2. AUTOR E DATA

3. MENSAGEM
A mensagem principal do livro é a respeito de Deus. O Deus que criou o Universo e tudo o que nele existe (Gênesis) é o mesmo Deus que cria um povo, por meio de quem ele revelará a sua vontade para a humanidade.

3.1. Deus é Salvador. Ele é o Deus que salva o seu povo da escravidão (20.1-2). Deus fez isso em vários momentos. Primeiro, no Egito. Muitos séculos depois, em Is 40.3, o profeta anuncia que Deus atravessará o deserto para mais uma vez livrar o seu povo da escravidão. Esta é a passagem citada no começo do Evangelho de Marcos (1.1-2), quando se anuncia a vinda do Salvador, Jesus Cristo.

3.2. Deus é Santo. “Quem é santo... como tu?”, cantam Moisés e os israelitas (15.11). A santidade de Deus é a sua maneira de ser. Isso quer dizer que ele é separado de tudo o que é pecaminoso e imperfeito. O lugar onde ele fala com Moisés é sagrado (3.5); o monte Sinai é santo (3.1; 4.27); o sábado é santo (20.8-11); e a Tenda Sagrada, onde ele habita com o seu povo, é santa (40.9-10).

3.3. O povo de Deus é santo. Deus diz aos israelitas: “Vocês são um povo separado somente para mim e me servirão como sacerdotes” (19.6; 1Pe 2.9). A santidade do povo de Deus é separar-se dos povos pagãos e dos seus costumes e pertencer somente a Deus, sendo totalmente fiel a ele (Lv 11.45).

3.4. Deus é Exigente. O primeiro mandamento é este: “Não adore outros deuses; adore somente a mim” (20.3). E Deus diz também: “Não adorem nenhum outro deus, pois eu, o Senhor, me chamo Deus Exigente e exijo que vocês adorem somente a mim” (34.14). Quem desobedecer a esse mandamento será castigado (20.5-6; 34.6-7).

4. DATA DA SAÍDA DO EGITO
Para fixar a data da saída do povo de Israel do Egito é necessário identificar aquele “novo rei que não sabia nada a respeito de José” (1.8), o rei que, finalmente, deixou que os hebreus saíssem do seu país. A maioria dos estudiosos acredita que esse rei foi Ramassés II, que reinou de 1.290 a 1.244 a.C. Lemos em 12.40-41 que os israelitas tinham vivido no Egito 430 anos, o que quer dizer que foi mais ou menos em 1.750 a.C. que Jacó e a sua família saíram de Canaã e foram morar no Egito (Gn 46.1-27).


Introdução ao Livro de Êxodo Introdução ao Livro de Êxodo Reviewed by Eduardo Galvão on quarta-feira, outubro 21, 2009 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.