2010/09/08

Carta aos Efésios — Semelhanças com Colossenses

Carta aos Efésios — Semelhanças com Colossenses

Carta aos Efésios  Semelhanças com Colossenses

A relação literária entre esta epístola e a que dirigiu aos Colossenses é tão próxima que as duas têm sido chamadas “epístolas gêmeas”. A metade dos versos de Efésios pode ser encontrada, em linguagem ou em substância, em Colossenses. Cerca de 40 coincidências de pensamento e de linguagem podem ser reconhecidas; contudo, as expressões comuns são tão intimamente relacionadas com a estruturação de cada epístola que é impossível crer que sejam o fruto de imitação, ou de falsificação. Especialmente significante é o fato que, enquanto palavras e frases semelhantes aparecem nas duas cartas, o contexto e a associação de idéias são diferentes. As semelhanças que existem entre as duas podem ser explicadas, razoavelmente, pelo fato de as circunstâncias que cercavam o autor terem sido as mesmas em cada caso; as diferenças se explicam, principalmente, nas condições diferentes das pessoas às quais foram endereçadas. Não há, por exemplo, nenhum assunto de controvérsia na epístola geral aos Efésios, como o que se encontra na carta à igreja individual em Colossos (Cl 2.16-23). Se há qualquer precedência cronológica, parece que a carta aos Colossenses foi escrita antes da aos Efésios, porquanto nesta o pensamento comum a ambas é plenamente desenvolvido.

Efésios e Colossenses são muito parecidas em sua estrutura. Cada uma apresenta uma seção doutrinária (Ef 1.1-4.16; Cl 1.1-3.4) e cada uma conclui com uma aplicação prática. A maneira como os tópicos se sucedem, um ao outro, na mesma ordem é digna de observação: a relação de Cristo com a Igreja aparece no primeiro capítulo de cada epístola: são paralelas a referência de Paulo à sua comissão (Ef 3.1-13; Cl 1.23-29), e o sumário da doutrina no fim das seções doutrinárias (Ef 4.1-16; Cl 3.1-4). Nas seções práticas se vêem exortações paralelas contra certos pecados (Ef 4.17-5.21; Cl 3.5-17) e se encontram passagens notáveis sobre relações humanas dentro do evangelho (Ef 5.22-6.9; Cl 3.18-4.1).

Nenhum comentário:

Postar um comentário