2015/09/03

Significado de Jó 5

Significado de Jó 4

Significado de Jó 5


Jó 5

5.1 — A advertência de Elifaz contra apelar para os santos é uma antecipação do desejo posterior de Jó por um árbitro (Jó 9.33).

5.2 — Tolo faz referência à pessoa arrogante que busca seus próprios interesses sem respeitar a Deus.

5.3-7 — Elifaz começa outra apelação para a observação e experiência pessoais. Ele faz um jogo de palavras entre terra e homem (v. 6,7), juntamente com a repetição da palavra trabalho, reforçando o seu argumento de que as atribulações de Jó não surgiram do nada — ou seja, brotaram da terra.

5.7 — A palavra faíscas pode fazer alusão a um dos deuses adorado em Ugarite, [uma antiga e cosmopolita cidade portuária, situada na costa mediterrânea do norte da Síria], a quem se atribuía responsabilidade por pragas e trovões. Uma referência mitológica como essa não deixa implícita nem endossa a crença em outros deuses. O que Elifaz declara equivale a: “assim como uma praga se levanta das forças demoníacas infernais, as tribulações procedem da natureza da pessoa”.

5.8-16 — Elifaz sugere que Jó confie sua causa a Deus, em vez de lidar com ela sozinho. Este seria o bom caminho, porque o Senhor é completamente bom e justo.

5.17 — Elifaz insinua que, como o sofrimento de Jó era consequência do castigo de Deus por seu pecado, ele não deveria desprezar ou rejeitar aquilo que o Senhor tentava ensinar-lhe. Embora seja verdade que Deus às vezes disciplina as pessoas por suas iniquidades com dor e sofrimento (Jó 32.1—37.24; Pv 3.11; Hb 12.7), Elifaz estava errado em sugerir que este era necessariamente o caso de Jó. O título divino El-Shaddai, traduzido como Todo-poderoso, é usado 31 vezes no livro de Jó, mas apenas 17 vezes no restante do Antigo Testamento.

5.18-22 — Elifaz afirma que Deus é o responsável pela dor e pelo refrigério. O Senhor curaria a chaga que provocara como disciplina. Quando Deus permite que a dor entre em nossa vida, não é para nos magoar, mas para nos refinar, a fim de que nos tornemos melhores.

5.23,24 — A presença de rochas em um campo podia torná-lo incultivável (2 Rs 3.19,25). Assim, a expressão com as pedras do campo terás a tua aliança significaria estar em paz e harmonia até mesmo com as forças destruidoras da natureza — inclusive com os animais do campo (v. 22,23).

5.25-27 — As frases se multiplicará a tua semente (v. 25) e na velhice virás à sepultura (v. 26) eram bênçãos vistas como as mais preciosas no tempo de Jó — uma família boa e numerosa, e saúde perfeita até morrer de velhice, rodeado por seus entes queridos.

Índice: Jó 1 Jó 2 Jó 3 Jó 4 Jó 5 Jó 6 Jó 7 Jó 8 Jó 9 Jó 10 Jó 11 Jó 12 Jó 13 Jó 14 Jó 15 Jó 16 Jó 17 Jó 18 Jó 19 Jó 20 Jó 21 Jó 22 Jó 23 Jó 24 Jó 23 Jó 24 Jó 25 Jó 26 Jó 27 Jó 28 Jó 29 Jó 30 Jó 31 Jó 32 Jó 33 Jó 34 Jó 35 Jó 36 Jó 37 Jó 38 Jó 39 Jó 40 Jó 41 Jó 42

Nenhum comentário:

Postar um comentário