2015/12/30

Atos 1 — Interpretação Bíblica

Atos 1 — Interpretação Bíblica

Atos 1 — Interpretação Bíblica



Atos 1

1.1-5 Nesta Introdução, o autor fala sobre aquilo que ele tinha escrito em seu primeiro livro, o Evangelho de Lucas (Lc 1.1-4). Lá, ele contou a vida de Jesus desde o seu nascimento até o dia em que ele foi levado para o céu. Aqui, no segundo livro, ele vai contar como a boa notícia do evangelho foi anunciada nos países que faziam parte do Império romano, até que o apóstolo Paulo chegou a Roma, a capital do Império.
1.1 Teófilo Ver Lc 1.1, n. o começo do seu trabalho Quando foi batizado por João Batista (Lc 3.21-22).
1.2 o dia em que ele foi levado para o céu Lc 24.50-53; At 1.9-11.
1.3 Jesus apareceu a eles Mt 28.8-10,16-20; Mc 16.9-18; Lc 24.13-49; Jo 20.11-29; 21.1-24; 1Co 15.3-8. Os quatro Evangelhos dizem que Jesus apareceu primeiro a mulheres.
1.4 quando estava; o texto original também pode ser traduzido assim: “quando se reuniu”; ou assim: “quando estava comendo”. o que prometeu O Espírito Santo (Lc 24.49; Jo 14.16-17; 15.26; At 2.33). Essa promessa se cumpriu no dia de Pentecostes (At 2).
1.5 João batizou Mt 3.11; Mc 1.8; Lc 3.16; Jo 1.33. com O texto original também pode ser traduzido assim: “em”. daqui a poucos dias At 2.1. com o O texto original também pode ser traduzido assim: “no”.


Jesus é levado para o céu 1.6-11

Depois de ter ressuscitado, Jesus apareceu aos apóstolos durante quarenta dias (1.3); a sua ida para o céu, à vista dos apóstolos, é outra prova de que ele continua vivo, ao lado de Deus no céu.
1.6 reunidos com Jesus No monte das Oliveiras, que ficava a leste de Jerusalém (v. 12). devolver o Reino para o povo de Israel Muitos judeus acreditavam que viria o tempo em que Israel seria de novo uma nação independente e poderosa, como no tempo do rei Davi (Lc 24.21). Assim como no Evangelho de Lucas (Lc 4.43; 8.1; 9.2), também em Atos o Reino é um tema importante da pregação da Igreja (At 8.12; 14.22; 19.8; 20.25; 28.23,31). O v. 8 explica como este Reino se faz presente agora, no “tempo da Igreja”, que vai desde aquele Pentecostes até a volta de Cristo.
1.7 a ocasião ou o dia Lc 19.11.
1.8 Indiretamente, Jesus responde a pergunta dos apóstolos no v. 6 se ele vai devolver o Reino a Israel. Jesus dá a entender que o Reino virá agora por meio da descida do Espírito Santo, que dará aos apóstolos o poder para testemunhar; e que o Reino virá não apenas para Israel, mas também para todo o mundo, pois eles serão testemunhas até nos lugares mais distantes da terra. testemunhas Pessoas que falam sobre aquilo que viram e ouviram (ver At 14.12; 23.11, n.). Jerusalém... Judéia e Samaria... nos lugares mais distantes da terra O anúncio da mensagem de Cristo começa na capital (Jerusalém; At 2—7), estende-se a toda a região ao redor de Jerusalém e a outra região existente mais ao norte (Judéia e Samaria; At 8—12) e atinge os lugares mais distantes da terra (At 13—28). (Sobre os lugares mais distantes da terra, ver também Mt 28.19; Mc 16.15; Lc 24.47-48).
1.9 foi levado para o céu Mc 16.19; Lc 24.51.
1.10 dois homens vestidos de branco Maneira popular de falar sobre anjos (Mc 16.5; Lc 24.4; ver também Mt 28.2-3; Jo 20.12).
1.11 Homens da Galiléia Todos os apóstolos eram da Galiléia, com a possível exceção de Judas Iscariotes (que, agora, já tinha morrido). olhando para o céu? Em vez de olhar para o céu, os apóstolos precisam se dedicar à tarefa que lhes foi dada (v. 8b). voltará do mesmo modo Isto é, descendo nas nuvens (Mt 24.30; Mc 13.26; 14.62; Lc 21.27; Ap 1.7).


A escolha de Matias 1.12-26


Para tomar o lugar de Judas Iscariotes, que havia traído o Mestre, os apóstolos, sob a liderança de Pedro (Lc 22.31-32), escolhem Matias (v. 26). Isso acontece ainda antes da vinda do Espírito Santo (At 2). Matias é mencionado no NT apenas aqui.
1.12 mais ou menos a um quilômetro Ao pé da letra, o texto original diz “a caminhada de um sábado”. Trata-se da distância que, de acordo com a lei de Moisés, um judeu tinha permissão para caminhar no sábado.
1.13 Ver a lista dos apóstolos em Lc 6.14-16. Em Mt 10.2-4 e Mc 3.16-19, aparece o nome Tadeu em vez de Judas, filho de Tiagoo nacionalista Simão pertencia ou tinha pertencido a um grupo de patriotas judeus que se haviam revoltado contra as forças romanas que ocupavam a terra de Israel.
1.14 para orar Ver At 6.4, n. com as mulheres As mulheres recebem atenção especial de Lucas (Lc 8.1-3; 23.49). os irmãos dele Quatro irmãos de Jesus aparecem nos Evangelhos: Tiago, José, Judas e Simão (Mt 13.55; Mc 6.3). Não se sabe ao certo quando eles se tornaram seguidores de Jesus (Mt 12.46; Mc 3.31; Jo 7.3-5). Tiago (1Co 15.7) vai ter um papel de destaque mais adiante (At 12.17; 15.13; 21.18).
1.15 Pedro se levantou Pedro toma a iniciativa, como de resto em At 1—12. Já tinha sido assim também antes da ressurreição de Jesus (Lc 5.1-11; 8.45; 9.32-33; 12.41; 22.31-32; 24.12).
1.16 Escrituras Sagradas A afirmação de que as Escrituras Sagradas estão se cumprindo ocupa um lugar de destaque na vida e na mensagem dos apóstolos e da Igreja (v. 20; 2.16-39; 3.22-25; 4.11,25-26; 13.32-41,47; 15.15-18; 28.25-28).
1.18-19 A história da morte de Judas em Mt 27.3-8 é um tanto diferente. Ali, lemos que Judas se enforcou, depois de devolver o dinheiro aos chefes dos sacerdotes, os quais compraram o terreno.
1.19 na língua deles Em aramaico.
1.20 no Livro dos Salmos Sl 69.25; 109.8. “Que a casa dele fique abandonada...!” Isto é, que ele fique sem descendentes.
1.21-22 ser testemunha... da ressurreição do Senhor Jesus A ressurreição de Jesus é a verdade central da boa notícia do evangelho (At 2.32; 3.15; 4.33). foi batizado por João Mt 3.16; Mc 1.9; Lc 3.21. foi levado para o céu Mc 16.19; Lc 24.51; At 1.9.
1.25 o lugar que ele merecia O lugar do castigo eterno.
1.26 sorteio Esse era um método usado no AT para se conhecer a vontade de Deus (Js 7.14-18; Pv 16.33). Na Bíblia, essa é a última vez que se faz um sorteio para escolher uma pessoa (At 6.3-6; 12.2-3).



4 comentários: