2016/03/09

Efésios 1 — Explicação das Escrituras

Efésios 1 — Explicação de Efésios


1.1 Santos. Não quer dizer pessoas sem pecado, mas pecadores salvos pela graça de Deus, que também manifestam fé (fiéis) em Cristo. Em Éfeso. Esta expressão é omitida nalguns dos mais antigos manuscritos, o que leva alguns a pensar que esta carta foi destinada a ser circulada em várias igrejas (cf. 1.15 - Paulo ouvira a respeito da fé que havia entre eles).
1.3 Regiões celestiais. É a mundo espiritual que, após a morte ressurreição do crente com Cristo, fornece abrigo e ambiente separados do mundo (cf. Cl 3.1-2). Esta expressão só se encontra em Efésios (1.20; 2.6; 3.10 e 6.12). Nos dois últimos vv. é a esfera da operação demoníaca, e está diretamente ligada à frase “em Cristo”, expressão chave de toda a epístola.
• N. Hom. 1.3-14 Todo sorte de bênção espiritual nos é concedida para louvor da Sua glória (vv. 6, 12, 14). 1) Eleição nEle (v. 4). 2) Predestinação para Ele como filhos (v. 5) 3) Redenção pelo Seu sangue (v. 7). 4) Feitos herança (v. 11). 5) Selados com o Espírito (v. 13).
1.4 Nos escolheu, nEle. É a determinação soberana de Deus na qual Ele nos deu Sua graça salvadora semelhar para qualquer mérito nos recipientes (Jo 6.37; 17.6).
1.6 Concedeu gratuitamente (gr echaritõsen). literalmente é “manifestar Sua graça”. No :N.T. só aparece aqui e em Lc 1.28. Ligados ao Amado (Cristo, o Filho) temos as riquezas inefáveis do amor de Deus.
1.7 Redenção. Denota libertar da escravidão através de pagamento. Neste caso, o valor infinito do sangue vertido de Cristo é eficaz para remir os nossos pecados.
1.9 Mistério. Significa nesta epístola (com exceção de 5.32) e também em Colossenses, o propósito de Deus agora revelado em unir tanto os gentios como, os judeus na obra redentora de Cristo (3.4-6).
1.10 Convergir. Iniciada na sua ressurreição, a reconstituição do universo com Cristo como sua cabeça reinante terá seu auge quando toda oposição será posta debaixo dos Seus pés na Sua segunda vinda (cf. v. 22; Hb 2.8; Rm 8.18-21).
1.14 O penhor. O Espírito Santo não é somente a “entrada” paga adiantada, que confirma a posse dAquele que nos comprou e selou (13; 4.30), mas a própria garantia da qualidade de vida que teremos no céu (2 Co 1.22; 5.5; Fp 1.6).
1.15 Fé... no Senhor.. amor para... os outros. É a prova dupla da verdadeira regeneração. 1.17-19 São três as petições centrais desta oração apostólica: 1) que os efésios possam conhecer plenamente a esperança do chamamento (CI 1.5); 2) que possam apreciar a riqueza da glória da Sua (de Cristo) herança nos santos; 3) que possam meditar na supremo grandeza do Seu poder para conosco. Tudo isso é possível para nós no pleno conhecimento dEle (v. 17).
1.23 Plenitude. O Seu corpo, a Igreja, Salva e remida, é complemento, dEle que é a cabeça.


Nenhum comentário:

Postar um comentário