2019/09/19

Estudo sobre Êxodo 17

Estudo sobre Êxodo 17

Estudo sobre Êxodo 17




Êxodo 17
Problemas em Refidim (17.1-16)
Problemas conhecidos (v. 1-7; cf. 15.22-25) e desconhecidos (v. 8-16) confrontam Moisés nesse estágio, v. 1. não havia água, há semelhanças entre a presente narrativa (v. 1-7) e um incidente registrado em Nm 20.2-13 em conjunção com Cades. Em particular, o reaparecimento do nome Meribá (v. 7) em Nm 20.13 fez muitos estudiosos se inclinarem a tratar esses relatos como variantes de uma mesma tradição. Por outro lado, problemas com respeito à provisão de alimentos dos israelitas devem ter sido bem comuns durante o seu período no deserto. Não seria sábio pressupor que somente um desses contratempos tivesse sobrevivido na memória do povo. de um lugar para outro-, mais detalhes são dados em Nm 33.12ss Refidim-, uádi Refayid, de acordo com a tradição. Outros estudiosos (Noth, Clements) tendem a identificar esse nome com a região montanhosa de Er-Rafid, a leste do golfo de Acaba. v. 2. queixaram-se [...] colocam à prova são dois verbos que estão na raiz dos nomes Meribá e Massá no v. 7. v. 3. Mais uma vez, se atribui a Moisés a motivação mais desprezível (cf. 16.3). Eles mal sabiam que logo seria a intercessão de Moisés que os salvaria da extinção (32.9-14). v. 6. eu estarei à sua espera-, cf. a pergunta do povo registrada no v. 7. Horebe\ um dado geográfico que em geral recebe pouca atenção dos comentaristas. Visto que os israelitas estavam ainda a certa distância do Sinai-Horebe, a referência é de fato problemática — a não ser que concordemos com a tese de H. R. Jones (NBC, 3. ed.) de que o nome “está aqui representando outro pico, e não o Sinai, na mesma região montanhosa”. Para ler sobre uma ilustração relativamente recente das “propriedades de contenção da água da pedra calcária do Sinai”, v. NBD, p. 1.253 [cf. Nm 20.11], v. 7. A atribuição de dois nomes a um mesmo lugar é incomum e, com frequência, compreendida como a combinação de dois relatos de um mesmo incidente; cf comentário do v. 1. v. 8. Os amalequitas eram um povo nômade que vagava pelo Neguebe e regiões desérticas mais ao sul. Era inevitável que a certa altura entrasse em conflito com os israelitas; os recursos escassos da região não seriam suficientes para os dois grupos. Se para os israelitas seria uma guerra de fricção (cf. v; 16), para o outro lado a hostilidade não seria menor.
Os amalequitas atormentaram os seus rivais de maneira incansável no caminho para Canaã e, mais tarde, se colocaram à disposição para todo e qualquer empreendimento anti-israelita que fosse desencadeado por um de seus vizinhos (cf. Dt 25.17ss; Jz 3.13; 6.3,33; 7.12). v. 9. Josué, possível substituto de Moisés, é mencionado pela primeira vez (cf. 24.13; 32.17 etc.). E digno de nota que a vara de Deus consta dos dois episódios que esse capítulo associa com Refidim (cf. v. 5). v. 10. Hur. a tradição judaica o associa com Miriâ, seja como seu marido, seja como seu filho. v. 11. Esse erguer das mãos (em heb., ”mão”, singular) provavelmente não era um gesto de súplica. O v. 9 indica que, como em outras ocasiões em que o poder de Deus estava sendo demonstrado, Moisés estava segurando no alto a vara de Deus (cf. 9.22,23; 10.12,13; 14.16). v. 12. mãos: “Talvez ele alternasse as mãos ao segurar a vara” (Hyatt). v. 14. escreva: talvez no “Livro das Guerras do Senhor” (Nm 21.14). v. 15. minha bandeira-. acerca do significado militar das bandeiras, v. Jr 4.21; 51.12,27; acerca dos nomes dados a altares, v. Gn 33.20 etc. v. 16. Uma tradução possível do início do juramento desse versículo é: “Mão levantada contra o trono do Senhor” (v. nota de rodapé da NVI). Estaria representando uma súplica. Colocar a mão sobre um objeto, seja bandeira (cf. RSV) ou altar (“trono”?) poderia significar prestar um juramento (cf. Gn 24.2,3). de geração em geração, cf. ISm 15.1-33; 30.1-20; lCr 4.43.

Índice: Êxodo 1 Êxodo 2 Êxodo 3 Êxodo 4 Êxodo 5 Êxodo 6 Êxodo 7 Êxodo 8 Êxodo 9 Êxodo 10 Êxodo 11 Êxodo 12 Êxodo 13 Êxodo 14 Êxodo 15 Êxodo 16 Êxodo 17 Êxodo 18 Êxodo 19 Êxodo 20 Êxodo 21 Êxodo 22 Êxodo 23 Êxodo 24 Êxodo 25 Êxodo 26 Êxodo 27 Êxodo 28 Êxodo 29 Êxodo 30 Êxodo 31 Êxodo 32 Êxodo 33 Êxodo 34 Êxodo 35 Êxodo 36 Êxodo 37 Êxodo 38 Êxodo 39 Êxodo 40

Nenhum comentário:

Postar um comentário