2019/09/19

Estudo sobre Êxodo 40

Estudo sobre Êxodo 40

Estudo sobre Êxodo 40




Êxodo 40
Instruções para a armação do tabernáculo (40.1-15)
Depois de terem sido preparados os acessórios do tabernáculo (v. 1-8), o óleo da unção deveria ser derramado neles e em Arão e seus filhos (v. 9-15). v. 2. no primeiro dia do primeiro mês: isso marca o início do segundo ano da peregrinação dos israelitas pelo deserto (cf. v. 17; 12.2). Eles tinham estado na região do Sinai durante nove ou dez meses (cf. 19.1)

A armação do tabernáculo (40.16-33)
As palavras como o Senhor tinha ordenado ocorrem sete vezes nesses versículos (v. 19, 21,23,25,27,29,32). v. 31. O nome de Moisés é incluído porque ele estava atuando na função de sacerdote (cf. v. 27,29).

A presença permanente (40.34-38)
Assim o grande tema do livro de Êxodo, a presença de Deus entre o seu povo (cf. 25.8; 29.45), é conduzido à sua conclusão triunfante. O Deus que se havia revelado no Sinai estaria com os israelitas por onde quer que fossem, v. 34. Essa convicção foi fortalecida pelos sinais visíveis da nuvem e da glória que tinha sido testemunhada quando pela primeira vez Moisés foi receber as instruções de Deus (24.15,16). v. 35. Moisés não podia entrar, cf. lRs 8.10,11. v. 36ss Cf. 13.21,22; Nm 9.15-23.

Índice: Êxodo 1 Êxodo 2 Êxodo 3 Êxodo 4 Êxodo 5 Êxodo 6 Êxodo 7 Êxodo 8 Êxodo 9 Êxodo 10 Êxodo 11 Êxodo 12 Êxodo 13 Êxodo 14 Êxodo 15 Êxodo 16 Êxodo 17 Êxodo 18 Êxodo 19 Êxodo 20 Êxodo 21 Êxodo 22 Êxodo 23 Êxodo 24 Êxodo 25 Êxodo 26 Êxodo 27 Êxodo 28 Êxodo 29 Êxodo 30 Êxodo 31 Êxodo 32 Êxodo 33 Êxodo 34 Êxodo 35 Êxodo 36 Êxodo 37 Êxodo 38 Êxodo 39 Êxodo 40

Nenhum comentário:

Postar um comentário