2019/09/02

Estudo sobre Ezequiel 48

Estudo sobre Ezequiel 48

Estudo sobre Ezequiel 48 




Ezequiel 48
c) As áreas das tribos e a área reservada (48.1-29). A terra deve ser dividida em 13 áreas paralelas, cada uma se estendendo do Mediterrâneo para o Jordão e o mar Morto. Uma dessas (descrita em detalhes nos v. 8-22) é a área reservada já especificada em 45.1-8, incluindo o “distrito sagrado”, a cidade com as suas terras adjacentes e a propriedade do príncipe; as outras são divididas entre as 12 tribos seculares, e as tribos de Manassés e Efraim têm uma área cada uma (cf. 47.13). Sete áreas tribais ficam ao norte da área reservada, e cinco, ao sul dela. A ordenação dos territórios tribais diverge da apresentada em registros anteriores do ATOS; em especial, Benjamim agora está ao sul de Judá (com a área reservada entre eles), ao passo que antes ficava ao norte (com Jerusalém no meio).
Nada é dito acerca da largura na direção norte—sul dessas 12 áreas tribais, se era a mesma para todas as tribos ou se havia diferenças entre elas, de modo que não se pode tirar conclusão exata a respeito da área reservada e da cidade santa; em todo caso, essa divisão diagramática da terra não estimula cálculos geográficos exatos. Foram feitas tentativas por meio desse tipo de cálculos para mostrar que Siquém, e não Jerusalém, deveria ser o local do novo templo. Seria incrível que um sacerdote de Jerusalém, como era Ezequiel, tivesse sugerido uma proposta tão revolucionária sem chamar atenção especial para ela ou mesmo sem justificá-la.

10) A cidade santa (48.30-35)
A localização da cidade santa foi dada em 45.6; agora as suas medidas são dadas, junto com um relato das suas portastrês portas em cada lado, 12 no total, cada uma denominada segundo uma das tribos de Israel, como as 12 portas da nova Jerusalém de João (Ap. 21.12,13). Ezequiel, talvez propositadamente, se abstém de chamar a nova cidade de Jerusalém: daquele momento em diante, o nome da cidade será \Yahweh-shammah o Senhor está aqui (v. 35) — e isso é razão suficiente para chamá-la de cidade santa.
Jeová a moldou em sangue,
O sangue do seu Filho encarnado;
Ali habitam os santos, antes inimigos de Deus,
Os pecadores que ele chama de seus.
Ali, embora cercados por todos os lados,
Mas muito amados e bem protegidos,
De era em era eles negaram
A maior força da terra e do inferno.
Que a terra se arrependa e o inferno se desespere,
Essa cidade tem uma defesa segura;
O seu nome é chamado “O Senhor está aqui”,
E quem tem o poder de expulsá-lo daí?
Como William Cowper reconheceu nessas linhas, a profecia de Ezequiel faz parte da Bíblia cristã, e como tal dá testemunho de Cristo. As lições cristãs da nova comunidade de Ezequiel são desenvolvidas completamente em Apocalipse. João retrata a “Cidade Santa, a nova Jerusalém” que é a comunidade glorificada do povo de Deus. Visto que essa comunidade como tal é a habitação de Deus entre os homens (Ap 21.2,3), não há necessidade de um templo separado. Se, como Ezequiel diz, “O Senhor está aqui”, então aos olhos de João “o Senhor Deus todo-pode-roso e o Cordeiro são o seu templo” (Ap 21.22). Na ordem atual de acordo com o evangelho, o novo templo, a nova comunidade e a nova cidade de Ezequiel são todos concretizados de forma semelhante naquela “morada de Deus por seu Espírito” (Ef 2.22) que antecipa a realização do eterno propósito quando, na plenitude dos tempos, todas as coisas são unidas debaixo de Cristo como a sua verdadeira cabeça (Ef 1.9,10; 3.9,10). 


Índice: Ezequiel 1 Ezequiel 2 Ezequiel 3 Ezequiel 4 Ezequiel 5 Ezequiel 6 Ezequiel 7 Ezequiel 8 Ezequiel 9 Ezequiel 10 Ezequiel 11 Ezequiel 12 Ezequiel 13 Ezequiel 14 Ezequiel 15 Ezequiel 16 Ezequiel 17 Ezequiel 18 Ezequiel 19 Ezequiel 20 Ezequiel 21 Ezequiel 22 Ezequiel 23 Ezequiel 24 Ezequiel 25 Ezequiel 26 Ezequiel 27 Ezequiel 28 Ezequiel 29 Ezequiel 30 Ezequiel 31 Ezequiel 32 Ezequiel 33 Ezequiel 34 Ezequiel 35 Ezequiel 36 Ezequiel 37 Ezequiel 38 Ezequiel 39 Ezequiel 40 Ezequiel 41 Ezequiel 42 Ezequiel 43 Ezequiel 44 Ezequiel 45 Ezequiel 46 Ezequiel 47 Ezequiel 48


Nenhum comentário:

Postar um comentário