2016/09/13

Estudo sobre Neemias 4

Estudo sobre Neemias 4

Estudo sobre Neemias 4



Neemias 4
Oposição à reconstrução (4.1-23)
Sambalate e seus aliados adotaram uma postura hostil aos judeus quando ouviram pela primeira vez da sua intenção de reconstruir os muros de Jerusalém (2.19). Ao ouvir agora que essa intenção estava sendo posta em prática, sua hostilidade contra eles cresceu, e Sambalate ridicularizou os judeus (v. 1), chamando-os de frágeis (v. 2) e zombando do procedimento deles de usarem na reconstrução dos muros novos as pedras do muro velho (observe pedras queimadas) que poderiam muito bem estar fracas e rachadas. A observação de escárnio de Tobias foi que esses muros, restaurados, seriam tão frágeis que o simples toque de uma raposa seria suficiente para derrubá-los (v. 3). Mas os judeus não se deixaram atrapalhar por essa zombaria e, em vez de responder ou retaliar, confiaram a questão a Deus em oração (v. 4,5) e continuaram o trabalho (v. 6).
Por causa disso, Sambalate decidiu então recorrer ao ataque físico. Com esse fim, reuniu os seus aliados, acrescentando aos que já tinha (2.19) os homens de Asdode (v. 7), que era a antiga região dos filisteus a oeste de Jerusalém. Agora os judeus tinham inimigos ao norte (Sambalate, em Samaria), a leste (Tobias, o amonita), ao sul (Gesém, o árabe) e a oeste (os de Asdode). Sambalate, o líder deles, não podia oficialmente declarar guerra contra os judeus, porque tanto Samaria quanto Judá pertenciam ao Império Persa e estavam sujeitas a Artaxerxes, que tinha autorizado formalmente a reconstrução dos muros de Jerusalém. Mas os inimigos acharam que estavam capacitados a se engajar em ações terroristas esporádicas contra os judeus (v. 8). Neemias orou mais uma vez acerca do assunto (v. 9) e exortou o seu povo a colocar a sua confiança no poder invencível que Deus poderia empregar a favor deles (v. 14,20).
No entanto, ele não considerou a confiança em Deus algo incompatível com a tomada de precauções contra a possibilidade de ataques repentinos dos inimigos. Ele sabia que esses ataques eram possíveis porque os trabalhadores que viviam nos arredores da cidade, e vinham todos os dias a Jerusalém para o trabalho de reconstrução, ouviram repetidas vezes os planos dos inimigos e conseguiram relatá-los a Neemias (v. 12). Foi muito importante e útil ao governador receber essas advertências; logo ele decidiu que a situação envolvia perigo e que tanto para o bem deles quanto para proteção adicional no caso de um ataque noturno, todos esses construtores deveriam permanecer na cidade de noite até que a tarefa estivesse concluída (v. 22).
Por não ter um exército profissional, Neemias equipou e armou os construtores. Aqueles que transportavam material (v. 17) tinham uma mão livre, e nessa mão carregavam uma arma. Os construtores (v. 18) não tinham nenhuma mão livre; assim, cada um trazia na cintura uma espada. Neemias também providenciou que um corneteiro estivesse constantemente vigiando para perceber sinais da aproximação do inimigo e, se visse algo perigoso, tocasse a trombeta, ao que todos os construtores deveriam se reunir no ponto em que estava o perigo (v. 19,20).

Após tomarem essas medidas de precaução, os judeus se lançaram com diligência à sua tarefa, v. 6. o povo estava totalmente dedicado ao trabalho e trabalhava do raiar da alvorada até o cair da tarde (v. 21). Nem mesmo durante a noite, eles tiravam a sua roupa (v. 23); e cada um permanecia de arma na mão (v. 23). O texto hebraico dessa última frase do capítulo está danificado. Se for traduzido literalmente, fica assim: “Cada um sua arma a água”. A RSV omite a palavra ”água”: “Cada um mantinha a sua arma na sua mão”. A VA omite a palavra “arma”, representando o significado do texto como se os trabalhadores estivessem usando as suas roupas de trabalho o tempo todo, a não ser quando lavavam o suor e o pó do corpo: ”Cada um as tirava para se lavar”.

Índice: Neemias 1 Neemias 2 Neemias 3 Neemias 4 Neemias 5 Neemias 6 Neemias 7 Neemias 8 Neemias 9 Neemias 10 Neemias 11 Neemias 12 Neemias 13

Um comentário:

  1. eu amo muito as explicaçoes que vocês colocam neste site
    Deus abençoe

    ResponderExcluir