Zebedeu — Estudos Bíblicos



Zebedeu — Estudos Bíblicos

Zebedeu — Estudos Bíblicos

ZEBEDEU

1. O Nome
No grego, Zebedalos; na Septuaginta, Zabdi. Alguns estudiosos conjecturam que esse nome vem de um nome hebraico que significa ”Yahweh é um Dom”, ou então, “presente de Yahweh”. Zebedeu era um pescador galileu, marido de Salomé e pai de dois apóstolos de Jesus, Tiago e João (Mat. 10:2; 20:20; 26:37; 27:56; Mar. 1:19,20; 3:17; 10:35; Luc. 5:10; João 2.2, totalizando doze menções. Ele residia ou em Betsaida ou em Cafarnaum, ambas localidades constantemente referidas nos evangelhos.

2.    Pai de Apóstolos de Jesus
Zebedeu figura em todos os quatro evangelhos como o pai de dois dos mais proeminentes apóstolos do Senhor Jesus, Tiago e João, que, juntamente com Pedro, formavam o grupo de discípulos do círculo mais íntimo do Senhor Jesus. Esses três tiveram o privilégio de ser testemunhas da transfiguração do Cristo (ver Mat. 17:1-8), da ressurreição da filha de Jairo (“Tendo chegado à casa, a ninguém permitiu que entrasse com ele, senão Pedro, João, Tiago e bem assim o pai e a mãe da menina” —Luc. 8:51), e sua insistente oração no jardim do Getsêmani (Mat. 26:37). Por conseguinte, Zebedeu tornou-se muito conhecido entre os cristãos, não por causa de seus feitos (pelo menos, nada que ele fez de especial foi registrado na Bíblia), mas por ter sido o pai de dois filhos famosos, um dos quais estava destinado a ser a fonte de materiais que foram incorporados no Novo Testamento.

3.    Trabalho
Zebedeu e seus dois filhos dirigiam uma progressista indústria de pesca, no lago ou mar da Galiléia, juntamente com outro par de irmãos destinados a se tornarem não menos famosos, André e Si-mão Pedro (ver Luc. 5:7-10). Essa indústria pesqueira não era nenhum empreendimento comercial desprezível, porquanto contava até com “empregados” (Mar. 1:20). Portanto, Zebedeu era homem de posses materiais e de larga influência, de tal maneira que alguns pensam que João “era conhecido do sumo sacerdote” (João 18:16), somente por causa de seu pai. Sabe-se que os pescadores da Galiléia chegavam a exportar peixe até para a capital do império romano. No Brasil, quando se fala em pescador, tem-se a impressão de algum nordestino jangadeiro, que quase não consegue sobreviver com o produto de seu labor. Seríamos mais realistas, no tocante aos pescadores da Galiléia, se pensássemos em pescadores japoneses ou noruegueses, que fazem da pesca uma indústria extremamente lucrativa. Esse é o quadro mental que devemos ter em relação a Zebedeu e seus dois filhos.

4.    Disoípulos de Jesus
Zebedeu, ao que tudo indica, também confiava no Senhor Jesus. Pois, quando seus dois filhos, que deveríam ser seus maiores auxiliares na indústria pesqueira, passaram a seguir a Jesus, deixando seu lucrativo trabalho para trás, Zebedeu não proferiu nenhuma palavra de protesto—pelo menos nada ficou registrado nesse sentido. Todavia, há razão para crermos que Zebedeu continuou a pescar, visto que, após a ressurreição de Jesus, Pedro convidou outros apóstolos, dizendo: “Vou pescar”. Ao que os outros disseram: “Também nós vamos contigo” (João 21:3). Também é possível que Jesus e seu grupo de discípulos tivessem sido financeiramente ajudados por Zebedeu. Afinal, Tiago e João estavam seguindo a um Mestre que nem tinha onde “reclinar a cabeça” (Mat. 8:20). E Zebedeu, próspero como era, e não sendo contrário à chamada de seus dois filhos por Jesus, sem dúvida, não teria ficado indiferente.

5.    Sua Esposa
A esposa de Zebedeu e mãe de Tiago e João era Salomé (Mat. 27:56; Mar. 15:40; 16:1), que também concordava com a chamada de seus dois filhos para serem discípulos de Jesus de Nazaré, porquanto ela é sempre designada, no Novo Testamento, como “...e a mãe dos filhos de Zebedeu” (Mat. 27:56), um trecho que a nossa versão portuguesa trunca quase imperdoavelmente, para “...e a mulher de Zebedeu”. O original grego confirma a frase “...a mãe dos filhos de Zebedeu”.

6.    Generosidade
A família inteira de Zebedeu deve ter apoiado generosamente ao Senhor Jesus, porquanto lemos que Salomé acompanhou ao Senhor, durante o seu ministério pela Galiléia. “...e Salomé; as quais, quando Jesus estava na Galiléia, o acompanhavam e serviam...” (Mar. 15:40,41). Além disso, por ocasião da crucificação de Jesus, Salomé fez-se presente (ver Mat. 27:55), e também encontrava-se entre as mulheres que foram até o túmulo, ungir o corpo morto do Senhor Jesus (Mar. 16:1). Que Salomé tinha ambições espirituais, embora talvez sem um entendimento esclarecido, torna-se evidente pelo pedido que ela fez ao Senhor Jesus: “Manda que, no teu reino, estes meus dois filhos se assentem um à tua direita, e o outro à tua esquerda” (Mat. 20:20). A recusa do Senhor Jesus, diante desse pedido, e as instruções que ele então deu, devem ter surtido grande efeito, porquanto a família inteira de Zebedeu permaneceu leal ao Senhor Jesus até o fim. Bem-aventurada a família cujos membros são todos convocados a servir ao Senhor Jesus, embora cada indivíduo que pertence a essa família receba do Senhor uma tarefa diferente a realizar, conforme foi o caso de Zebedeu, sua esposa e seus dois filhos!

Zebedeu — Estudos Bíblicos Zebedeu — Estudos Bíblicos Reviewed by Biblioteca Bíblica on domingo, abril 16, 2017 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.