segunda-feira, julho 30, 2018

João 6 — Explicação Fácil

João 6 — Explicação Fácil

João 6 — Explicação Fácil

6:1 Tiberíades: João é o único escritor evangélico a chamar esse mar de “Tiberíades”. Após a destruição de Jerusalém (70 dC), o Mar da Galileia foi renomeado Tiberíades, depois de Tiberíades César (Lucas 3:1), que governou de 14 a 37 dC.

6:2–14 A alimentação dos cinco mil com cinco pães e dois peixes é o único milagre incluído nos quatro evangelhos (Mt 14:13-21; Mc 6:30-44; Lc 9:10-17). João é o único evangelho a mencionar Felipe, André e o rapaz.

6:4 Esta é a terceira Páscoa durante o ministério de Jesus. Veja 2:13; 5:1

6:7 Duzentos denários eram duzentos dias de salário. O denário era o salário médio diário de um homem trabalhador.

6:15–24 Os judeus tentaram fazer de Jesus um rei (v. 15). A fome era comum e um Messias que poderia multiplicar a comida era o que a maioria das pessoas estava pronta para seguir. Jesus partiu para uma montanha. Outros evangelhos se juntam a orar.

6:19 Os discípulos pegaram um barco de Tiberíades a Cafarnaum. Durante a noite Jesus veio a eles andando no mar. Somente Mateus (14:25–31) conta que Pedro está andando sobre a água nesta ocasião.

6:27 Comida que permanece: Veja a água que satisfaz em 4:14; 6:28, 29.

6:28 As obras de Deus significavam crer em Jesus (Hb 11:6; Romanos 14:23b).

6:35 Eu sou o pão da vida, o pão que dá vida. A vida da qual Ele fala é espiritual e eterna.

6:38 Eu desci do céu é outra indicação da divindade de Jesus (cf. 3:13).

6:53 Sangue: Os judeus foram proibidos de beber sangue (Lv 7:26, 27). Esta foi uma “palavra dura” (v. 60) porque eles perderam o Seu ponto (cf. Levítico 17:11). Jesus veio para trazer e sustentar a vida espiritual, mas eles ainda estavam pensando na vida física (cf. verso 63).

6:64. O entregar refere-se principalmente a Judas, que ainda não foi nomeado neste evangelho, mas será nos versos 70, 71.

6:67 Aqui está a primeira menção dos doze no evangelho de João (cf. Marcos 3; Lucas 6). Somente cinco deles foram nomeados até agora: João, André, Pedro, Filipe e Natanael (vs. 68, 69). Talvez este seja o relato de João da confissão de Simão Pedro em Cesareia de Filipe (cf. Mt 16.16).

6:70 Diabo (gr. diabolos, “adversário” ou “diabo”) significa “caluniador”. Compare isso com 13:27: “Satanás entrou nele”.

6:71 Esta é a primeira ocasião em que Pedro e Judas aparecem em contraste (cf. vv. 68, 69). Veja também os capítulos 13 e 18.