2009/06/26

Comentário de João 20:29

20:29 - Jesus disse-lhe: Tomé,… A palavra Tomé é omitida na cópia Alexandricomentario biblico, evangelho de joão, novo testamentona, e na cópia antiga de Beza, e em algumas outras cópias, e nas versões Siríaca, Árabe e Etíope.

Porque tens visto a mim, tu acreditastes;… O que dá a entender uma repreensão tácita e branda pela sua descrença, e sugere que se ele não tivesse visto, ele não teria acreditado; mas não foi tão duro como parece ter sido; e que é frequentemente usada pelos Judeus (y).

“Alguém disse a R. Jochanan, explique Rabino, por que é bonito para ti explicar: por que tu dizes, assim eu vejo: ele respondeu-lhe, Raka, אלמלא לא ראית לא האמנת, “se não vistes, não terias acreditado.”

Cristo aqui permite que Tomé tenha acreditado que ele foi ressuscitado dentre os mortos, e que ele era o seu Senhor e Deus, e embora a sua fé fosse tardia e lenta, era certa e determinada; era uma fé verdadeira, embora mediante a vista, e não do ouvir, ou do relato dos outros discípulos: a fé pela vista pode ser encontrada em pessoas que não têm fé verdadeira e espiritual; como em alguns que tanto viram a pessoa como os milagres de Cristo na terra, e em outros que irão vê-lo nas nuvens do céu; e tem estado em outros que realmente acreditam em Cristo, como os apóstolos do Cordeiro: mas ainda, embora ela possa ser, como em muitos outros, correta, ainda assim não é tão louvável como sem vê-lo. A partir daí pode-se observar que Cristo permite os epítetos e títulos que lhe fora dado por Tomé e, portanto, deve ser Senhor e Deus; e aprova a fé de Tomé, e que, portanto, deve ser certo, embora ele prefira a fé sem a vista, como observado na próxima cláusula.

Bem-aventurados aqueles que não tem visto, e ainda têm acreditado. O autor do livro aprocrifa de 2 Esdras 1:37 disse...

“Do povo que vem, cujos pequeninos se regozijam na alegria.”

Na pessoa do Senhor Todo Poderoso, “embora não tenham me visto com os olhos corporais, mas em espírito, eles acreditam nas coisas que eu digo”. Parece como se houvesse alguns, neste momento, na cidade de Jerusalém, que acreditavam firmemente que Cristo foi ressuscitado dentre os mortos, após o depoimento de outras pessoas, embora não tivessem visto com os seus próprios olhos. Fé sem visão, em outros aspectos, pode ser considerada como oposta a beatífica visão do céu; e como destituído de uma comunhão sensata com Deus, por dar crédito a doutrinas e coisas acima do senso carnal e a razão, como a doutrina da Trindade, a Filiação de Cristo, sua Encarnação, e da união das duas naturezas em Cristo, e a ressurreição dos mortos; e, tudo o que se diz para acreditar na palavra de Deus, mediante o crédito de seu testemunho, e que tem como objetos as coisas passadas, como o que foi feito na eternidade, no Conselho e no Pacto da graça, as obras da criação e providência no tempo, o nascimento, sofrimento, morte e ressurreição de Cristo, e, também, as coisas presentes, Cristo, e as bênçãos da graça, e as coisas por vir, as invisíveis glórias do outro mundo. Agora, esses são felizes porque têm verdadeira fé nessas coisas, porque agora desfrutam de muitas bênçãos, como uma justiça justificadora, o perdão dos pecados, a adoção da liberdade de acesso a Deus, e a segurança da condenação; têm paz espiritual, alegria e conforto em suas almas, e, finalmente, devem ser salvos com uma eterna salvação.

_____________
Notas

(y) T. Bab. Bava Bathra, fol. 75. 1. & Sanhedrin, fol. 100. 1.

Nenhum comentário:

Postar um comentário