2010/03/01

Propósito da Carta aos Efésios


Propósito da Carta aos Efésios

Propósito da Carta aos Efésios

Se a nossa interpretação das circunstâncias, a composição e o destino de Efésios estiver certo, estamos agora em posição de olhar abaixo da superfície e perguntar por que o apóstolo a escreveu. Para entender o tema central é preciso lembrar que Paulo, o prisioneiro do Senhor, está escrevendo na tranquilidade de sua prisão, longe do barulho e agitação, conflito e luta, que marcou sua vida anterior. Ele agora é capaz de olhar para fora na igreja e ter uma visão na sua totalidade, para ver a parte que é desempenhada no esquema de Deus para a restauração da raça humana, para ver o propósito de Deus nele e sua relação com Ele. Com este ponto de partida, ele pode escrever às igrejas sobre Éfeso por ocasião do retorno Tíquico aos Colossenses, e não para corrigir opiniões falsas em algum momento especial, mas para enfatizar a grande verdade central, que tinha posto na vanguarda do seu carta. 

O propósito eterno de Deus é o de reunir em uma unidade todo o universo criado, para restabelecer a harmonia entre as Suas criaturas e entre eles e a Si mesmo. Toda a oração do apóstolo é para este fim, todo o seu esforço e o desejo é em direção a esse objetivo: que eles possam ter completa e claro conhecimento desse propósito de Deus, que Ele está trabalhando através de Jesus Cristo, que é o cabeça da igreja, a plenitude daquele que está preenchendo todo o mundo. Tudo, para o apóstolo, que ele olha adiante, se centraliza no propósito de Deus. A discórdia entre os elementos da Igreja, a distinção entre judeus e gentios, todos estes devem ceder a esse propósito maior. A visão é de uma grande unidade em Cristo e através dEle em Deus, uma unidade do nascimento e da fé e da vida e do amor, como os homens, tocados com o fogo do propósito Divino, que procuram cumprir, cada um em si mesmo, a parte que Deus deu-lhe a desempenhar no mundo, e, lutando contra os inimigos de Deus, para superar a última. É um nobre propósito colocar diante dos homens este grande mistério da Igreja como um meio pelo qual Deus, em Cristo, pode restaurar todos os homens a união com Ele. É uma visão impossível, exceto para quem, como Paulo naquele momento, que estava em uma situação em que os conflitos e turbulências da vida não podiam afetar, mas uma situação onde ele podia contemplar, com uma visão calma e, no meio da discórdia do mundo, discernir o que Deus está realizando entre os homens.

Fonte: Baker's Evangelical Dictionary of Biblical Theology Editado por Walter A. Elwell.

2 comentários:

  1. Muito bem. Gostei do comentário. Deus abençoe sempre!

    ResponderExcluir
  2. E pensar que ele estava preso e pensando no propósito de Deus para humanidade

    ResponderExcluir