2016/04/30

Êxodo 15 — Explicação das Escrituras

Êxodo 15 — Explicação de Êxodo

Êxodo 15 — Explicação de Êxodo

(Explicação das Escrituras)
Enciclopédia Bíblica Online

Índice: Êxodo 1 Êxodo 2 Êxodo 3 Êxodo 4 Êxodo 5 Êxodo 6 Êxodo 7 Êxodo 8 Êxodo 9 Êxodo 10 Êxodo 11 Êxodo 12 Êxodo 13 Êxodo 14 Êxodo 15 Êxodo 16 Êxodo 17 Êxodo 18 Êxodo 19 Êxodo 20 Êxodo 21 Êxodo 22 Êxodo 23 Êxodo 24 Êxodo 25 Êxodo 26 Êxodo 27 Êxodo 28 Êxodo 29 Êxodo 30 Êxodo 31 Êxodo 32 Êxodo 33 Êxodo 34 Êxodo 35 Êxodo 36 Êxodo 37 Êxodo 38 Êxodo 39 Êxodo 40

15.1 O tema desta canção celebra a intervenção divina na derrota daqueles que perseguiam o Seu povo.
15.2 Minha força. Deus, que liberta uma nação inteira, deve ser conhecido e adorado individualmente pelo ser humano.
15.7 Derribas. A suprema excelência de Deus se revela quando, em Cristo Jesus, derriba as obras de Satanás, o reino do Maligno, e anula o efeito do pecado na vida humana.
15.9 O inimigo. Grandiosas são as pretensões dos inimigos de Deus. Talvez isto aconteça porque é justamente a soberba que não deixa o homem reconhecer os seus pecados e aceitar a graça e o perdão de Deus. Grandiosas, também, são as pretensões do Diabo em destruir os crentes (1 Pe 5.8).
15.10 Sopraste. Êx 14.21 nos mostra que as águas do mar foram afastadas por um forte vento; então era uma mudança de vento que deixou voltar a maré, que agora se tomou em arma contra os perseguidores.
15.11 Entre os deuses. Não que Moisés pensasse que existiam outros deuses, mas sabia que as superstições de povo do Egito, com respeito aos ídolos, eram grandes, e que os israelitas tinham passado quatro séculos nesse ambiente (cf. Sl 135.15-18). Santidade. É justamente isto que faltava na ideia que os pagãos fizeram da natureza de Deus. Esta é a característica especial de Deus e é isto que se exige dos crentes (Hb 12.14).
15.14 Agonias. O povo que, justamente na época do Êxodo, estava chegando à costa da Palestina, os filisteus, juntamente com Edom e Moabe, os vizinhos daquela Terra Prometida, e os Cananitas que ali habitavam, logo teriam que desocupar o lugar para a habitação do povo de Deus. A fama do Êxodo logo se espalhou.
15.17 Plantarás. O símbolo do povo de Deus era uma videira plantada e cultivada por Ele (Sl 80.8), que cresceu até sua plenitude na pessoa de Jesus Cristo (Jo 15.1). Aparelhaste. Fazia séculos que o povo de Israel era herdeiro da promessa de “uma terra que mana leite e mel” (3.8; 13.5; Gn 13.14-16).
15.18 Reinará. Os milagres de poder operados no Êxodo foram mais uma manifestação do domínio eterno de Deus.
15.19 Este versículo é um resumo do cântico de Moisés que trata da passagem pelo Mar Vermelho e a destruição final dos perseguidores.
15.20 A profetisa Miriã. Mais uma das grandes mulheres da Bíblia. O povo de Deus não seguia o costume oriental de deixar as mulheres sem direitos civis.
15.22 Sur. A parte da península de Sinai, que fica próxima do Egito.
15.23 Mara. No hebraico, quer dizer “amargo”. O povo murmurou. Já era a segunda grande queixa contra Moisés depois da saída da escravidão (14.12). Esta atitude ingrata dos israelitas tinha levado Moisés, à fuga, quarenta anos antes (2.14).
15.25 Clamou. O recurso de Moisés quando tudo ia mal era saber recorrer à Fonte de Bênçãos, o Deus Onipotente. Árvore. Há árvores no Peru que têm esta qualidade, mas nenhum dos moradores das regiões do Sinai conhece algo semelhante; era necessário haver uma revelação divina em resposta à oração de Moisés. Vê-se aqui uma ilustração do madeiro, a Cruz de Cristo que pode resgatar do julgamento mais amargo.
15.26 A obediência aos mandamentos de Deus e a aceitação das Suas promessas, não só libertam o ser humano das consequências da punição que a rebelião contra Deus acarreta, como foi demonstrado no Egito, mas também sara totalmente o ser, inclusive o próprio corpo físico. Deus é também o Médico Supremo.

15.27 Então. Os que viajam para o sul de Sinai descobrem este Oásis, depois de um dia dê viagem a camelo além de Mara.

Nenhum comentário:

Postar um comentário