2016/10/08

Números 33 — Análise Bíblica

Números 33 — Análise Bíblica

Números 33 — Análise Bíblica


Números 33

33:1-49 Um resumo da jornada de Israel
0 capítulo 33 apresenta uma lista de lugares onde Israel acampou durante a longa jornada do Egito para a terra prometida. A lista não é exaustiva, pois deixa de fora alguns dos lugares mencionados em Êxodo. Essas omissões são compreensíveis, pois o objetivo não é fornecer dados para um mapa geográfico ou apenas servir como documento histórico. Antes, essa relação de lugares possui dimensão espiritual e oferece clara indicação do envolvimento de Deus com a história humana. Cada acampamento representava um novo marco no caminho pelo qual Deus estava conduzindo seu povo diariamente. Talvez essa lista de nomes de lugares não pareça muito empolgante, mas, ao lê-la, o povo de Israel podia olhar para trás e confessar que Deus havia liderado a jornada e realizado seus propósitos enquanto o conduzia da terra da escravidão para a terra da liberdade.

33:50-56 A ordem para expulsar os habitantes da terra
A lista de acampamentos termina com o local onde o povo se encontrava naquele momento, junto à terra prometida (33:50), onde Deus dá instruções acerca da conquista da terra: desapossareis de diante de vós todos os moradores da terra, destruireis todas as pedras com figura e também todas as suas imagens fundidas e deitareis abaixo todos os seus ídolos (33:51-52). Para um estudo detalhado da guerra santa, veja comentários no capítulo 31. Todos os habitantes da terra prometida deviam ser expulsos, e sua terra devia ser distribuída entre os israelitas. Caso os israelitas estivessem inseguros quanto à sua capacidade de cumprir essa ordem, poderiam se lembrar da promessa de Deus: Tomareis a terra em possessão e nela habitareis, eu vo-la dei para a possuirdes (33:53). Deus é o Senhor da terra. Ele a criou, ela lhe pertence, e, portanto, ele pode entregá-la a quem lhe aprouver (cf. Gn 1:1; Sl 24:1-2). A divisão exata da terra devia ser definida pelo lançamento de sortes (33:54; cf. tb. 26:52-56).
Em seguida, Deus explica o que acontecerá se o povo não obedecer à sua ordem: Porém, se não desapossardes de diante de vós os moradores da terra [...] farei a vós outros como pensei fazer-lhes a eles (33:55a-56). Ainda assim, os israelitas não obedeceram à ordem do Senhor, e, de fato, os cananeus que permaneceram na terra lhes foram como espinhos nos vossos olhos e como aguilhões nas vossas ilhargas (33:556). Os cananeus levaram os israelitas a adorar outros deuses e os conduziram à apostasia, e, em decorrência disso, os israelitas foram levados para o cativeiro na Babilônia.

Mais: Números 1 Números 2 Números 3 Números 4 Números 5 Números 6 Números 7 Números 8 Números 9 Números 10 Números 11 Números 12 Números 13 Números 14 Números 15 Números 16 Números 17 Números 18 Números 19 Números 20 Números 21 Números 22 Números 23 Números 24 Números 25 Números 26 Números 27 Números 28 Números 29 Números 30 Números 31 Números 32 Números 33 Números 34 Números 35 Números 36

Nenhum comentário:

Postar um comentário