2016/10/14

Significado de Números 32

Significado de Números 32

Significado de Números 32



Números 32

32.1-5 —As tribos de Rúben e Gade queriam as terras a leste do Jordão, as quais Israel tomou de Seom e Ogue (cap. 21). Os rebanhos de Rúben e Gade eram numerosos, e as pessoas desses clãs acreditavam que a área conquistada a leste do Jordão seria adequada para elas. Assim, foram até Moisés a fim de requerer tal local como sua herança tribal.
32.6-15 — A resposta inicial do profeta à requisição da área foi de descrédito e desencorajamento. Aparentemente, ele estava preocupado com a possibilidade dessas tribos esquívarem-se de seu dever de ajudar os outros clãs a conquistarem o território a oeste do Jordão. Moisés tinha medo de que elas se desligassem da batalha antes que esta estivesse totalmente terminada. O encontro com esses homens deu ao profeta a oportunidade de relatar detalhadamente a história de seus antecessores e o que fizeram depois de subirem ao vale de Escol, e usar essa narrativa como um aviso para eles.
32.16-19 — Os homens de Rúben e Gade tentaram assegurar a Moisés que de forma alguma estavam se desligando da batalha. Eles simplesmente queriam deixar em segurança suas mulheres e famílias enquanto estivessem fora, pois estariam com o exército de Israel até que toda a Terra Prometida fosse conquistada. Sua promessa de fidelidade ao exército israelita é expressa por palavras incisivas: Não voltaremos. Os homens somente voltariam para suas mulheres quando cada tribo tivesse recebido sua herança.
32.20-27 — Moisés e os homens de Rúben e Gade negociaram. O plano era que os soldados destas tribos se juntassem ao exército durante todo o período de conquista. Entretanto, os líderes desejavam um tempo para poder prover habitações para sua família e currais para seus rebanhos. Sua concisa promessa de fidelidade enquanto durasse a batalha, mesmo que tivessem de ficar separados e muito longe de sua família, é expressa por palavras sólidas (Nm 32.18). Para o povo judeu, viver na terra era considerado um mitzvah, um ato sagrado.
32.28-32 — Finalmente um acordo é selado entre Moisés e os líderes de Rúben e Gade. Se os homens fizessem as coisas conforme estavam prometendo, se lutassem junto aos outros até que a conquista estivesse completa, eles certamente poderíam viver no local que escolheram — a terra a leste do Jordão. Caso contrário, estariam pecando contra o Senhor e não escapariam da ofensa cometida.
32.33-42 — È somente no final da narrativa que ficamos sabendo que metade da tribo de Manassés também estava junto a Rúben e Gade em sua proposta. Moisés concordou com o plano dos homens e liderou-os na distribuição da terra a leste do Jordão. Locais conquistados são listados, louvando-se a Deus pela vitória. Ao poder renomeá-los, demonstrou-se como Deus conduziu Seu povo à Terra Prometida e capacitou-o para construir e estruturar novamente cidades e vilas.

Índice: Números 1 Números 2 Números 3 Números 4 Números 5 Números 6 Números 7 Números 8 Números 9 Números 10 Números 11 Números 12 Números 13 Números 14 Números 15 Números 16 Números 17 Números 18 Números 19 Números 20 Números 21 Números 22 Números 23 Números 24 Números 25 Números 26 Números 27 Números 28 Números 29 Números 30 Números 31 Números 32 Números 33 Números 34 Números 35 Números 36

Nenhum comentário:

Postar um comentário