2017/11/20

Atos 8 — Comentário Devocional

Comentário Devocional




Atos 8

8.1-4 - A perseguição forçou os cristãos a saírem de Jerusalém e seguirem para a Judéia e Samaria, cumprindo deste modo a segunda parte da ordem de Jesus (1.8). A perseguição ajudou na divulgação das Boas Novas. Deus traria grandes resultados a partir do sofrimento dos cristãos.

8.4 - A perseguição forçou os cristãos a saírem de suas casas em Jerusalém, e junto com eles foram as Boas Novas. Às vezes Deus nos faz sentir incomodados para que mudemos. Talvez não desejemos experimentar tal sensação, mas o desconforto pode ser benéfico para nós, porque Deus pode trabalhar através de nossa dor. Quando você for tentado a reclamar sobre as circunstâncias incômodas ou dolorosas, pare e pergunte se não seria Deus, preparando-lhe para uma tarefa especial.

8.5 - Esse não é o apóstolo Filipe (ver Jo 1.43,44), mas um judeu “cheio do Espírito e de sabedoria” (6.3), que falava grego; um dos sete homens escolhidos para ajudar no programa de distribuição de alimentos da igreja (6.5).

8.5 - Na época neotestamentária, Israel estava dividido em três regiões principais: a Galiléia, ao norte; Samaria, no centro; e a Judéia, ao sul. A cidade de Samaria havia sido a capital do Reino do Norte, antes deste ser conquistado pela Assíria em 72? a.C. Durante o domínio babilônico, o rei assírio levou muitos cativos, deixando em Samaria apenas as pessoas mais pobres e estrangeiros. Estes se casaram com os judeus, e os descendentes dessa união se tornaram conhecidos como samaritanos, considerados mestiços pelos judeus “puros’ do Reino Sul, Judá; o resultado foi um intenso ódio entre os dois grupos. Mas o próprio Senhor Jesus foi a Samaria (Jo 4), e ordenou que seus seguidores divulgassem lá as Boas Novas (1.8).

8.7 - Jesus encontrou e expulsou muitos espíritos malignos durante seu ministério na terra. Espíritos imundos ou demônios são governados por Satanás. A maioria dos estudiosos acredita que eles sejam anjos caídos, que se uniram a Satanás em sua rebelião contra Deus. Eles podem levar uma pessoa a ficar muda, surda, cega ou louca, também podem tentar as pessoas a pecar. Embora sejam poderosos, não podem ler nossa mente nem estar simultaneamente em todos lugares. Os demônios são reais e ativos, mas Jesus deu a seus seguidores autoridade para combatê-los. Embora Satanás trabalhe em nosso mundo, Deus tem o completo controle de todas as coisas. O Senhor pode expulsar os demônios e dar fim ao processo de destruição que causam ã vida das pessoas. No final, Satanás e seus demônios serão lançados no lago de fogo, e sua influência maligna no mundo cessará para sempre (Ap 20.10).

8.9-11 - Na época da Igreja Primitiva, os feiticeiros e mágicos eram numerosos e influentes. Eles faziam adivinhações, curas, exorcismos e praticavam a astrologia. Suas adivinhações podem ter sido simples truques mágicos ou podem ter sido capacitados por Satanás para operar prodígios (Mt 24.24; 2 Ts 2.9). Simão fez tantas adivinhações, que algumas pessoas até pensaram que ele era o Messias; mas seus poderes não vinham de Deus (ver 8.18-24).

8.14 - Pedro e João foram enviados a Samaria, para verificar se os samaritanos verdadeiramente haviam se tornado crentes em Jesus ou não. Os cristãos judeus, mesmo os apóstolos, ainda estavam inseguros a respeito da possibilidade de o Espírito Santo ser concedido aos gentios e aos meio-judeus. Essa dúvida persistiu até a experiência de Pedro com Cornélio (cap. 10), quando os apóstolos se tornaram completamente convencidos de que o Espírito Santo era para todas as pessoas. João foi um dos discípulos que perguntou a Jesus se deveria pedir que descesse fogo do céu para consumir uma aldeia samaritana que se recusara a recebê-los (Lc 9.51-55). Aqui, ele e Pedro foram até os samaritanos para orar por estes.

8.15-17 - Esse era um momento crucial para a divulgação das Boas Novas e para o crescimento da igreja cristã Pedro e João tiveram de ir a Samaria para ajudar a evitar que o novo grupo de crentes em Jesus se separasse. Quando Pedro e João perceberam o Senhor trabalhando na vida daqueles samaritanos, tiveram a certeza de que o Espírito Santo trabalha em todos os cristãos, nos gentios, nos samaritanos e nos judeus “puros”.

8.15-17 - Muitos estudiosos creem que Deus escolheu uma forma dramática de conceder seu Espírito nesse momento especial da história da Igreja: a expansão das Boas Novas em Samaria, por meio de uma poderosa e efetiva pregação por parte dos cristãos samaritanos. Normalmente, o Espírito Santo entra na vida de uma pessoa por ocasião da conversão. Mas o batismo com o Espírito Santo era um acontecimento especial. O Espírito seria derramado não apenas sobre os judeus e meio-judeus, mas também sobre gentios, como Cornélio e sua família (10.44-47); um sinal de que os gentios não circuncidados podiam receber as Boas Novas e ser igualmente aceitos por Deus.

8.18-23 - A frase “tudo tem um preço” parece ser verdadeira em nosso mundo de subornos e materialismo. Simão pensou que pudesse comprar o poder do Espírito Santo, mas Pedro o repreendeu severamente. O único caminho para receber o poder de Deus está em fazer o que Pedro aconselhou Simão a fazer: afastar-se do pecado, pedir perdão a Deus e ser cheio do seu Espírito. Nenhum bem e nenhuma quantia em dinheiro pode comprar a salvação, o perdão dos pecados ou o poder de Deus. Estes são obtidos somente pelo arrependimento e pela fé em Cristo como Salvador.

8.24 - A última vez que seu pai ou um amigo o reprovou, você ficou magoado, irado ou defensivo? Aprenda uma lição com Si mão e sua reação ao que Pedro lhe disse. Simão exclamou: “Rogai vós por mim ao Senhor”. Se você for repreendido por um grave erro, saiba que a correção é para seu bem. Admita seu erro, arrependa-se depressa e peça oração. 8.26 - Filipe tinha alcançado um bem-sucedido ministério de pregação para grandes multidões em Samaria (8.5-8) e. de forma obediente deixou aquele ministério para viajar por uma estra da deserta. Por Filipe ter ido aonde Deus o enviou, a Etiópia tornou-se uma região aberta às Boas Novas. Siga a liderança de Deus, ainda que lhe pareça um rebaixamento de posição. A princípio você pode não entender os planos de Deus, mas os resultados provarão que o caminho dEle é sempre o correto.

8.27 - A Etiópia está localizada na África, ao sul do Egito. O eunuco obviamente era muito dedicado a Deus, pois viajou uma distância muito longa para adorar em Jerusalém. Na antiguidade, os judeus tinham contato com a Etiópia (Sl 68.31; Jr 38.7); talvez o etíope fosse um gentio convertido ao judaísmo. Por ser o “superintendente de todos os tesouros” da Etiópia, a conversão do eunuco permitiria que o cristianismo chegasse as altas esferas do poder de outra nação. Este foi o início da expansão do evangelho até “os confins da terra” (1.8). Para saber acerca das profecias sobre estrangeiros e eunucos, veja o texto em Isaías 56.3-8.

8.29-35 - Filipe encontrou o etíope lendo as Escrituras. Aproveitando-se desta oportunidade para explicar as Boas Novas, Filipe perguntou ao eunuco se ele entendia o que estava lendo. Filipe: (1) seguiu a orientação do Espírito; (2) começou a explanação a partir do texto que o homem havia lido (as profecias de Isaías); e (3) explicou-lhe como Jesus Cristo cumpriu as profecias de Isaias. Quando compartilhamos as Boas Novas, devemos começar pelas preocupações das pessoas. Então o evangelho poderá aliviar tais preocupações.

8.30,31 - O eunuco pediu que Filipe explicasse uma passagem das Escrituras que ele não entendera. Quando tivermos dificuldade de entender a Bíblia, devemos pedir ajuda a outras pessoas. Nunca devemos deixar a insegurança ou o orgulho se interporem ã nossa compreensão da Palavra de Deus. 

8.35 - Alguns pensam que o AT não é relevante hoje, mas Filipe levou aquele homem a crer em Jesus Cristo, usando o AT. Jesus Cristo pode ser vislumbrado tanto nas páginas do Antigo como do Novo Testamento. A Palavra de Deus é aplicável a todas as pessoas, em todas as épocas. Não evite ou negligencie o AT. Ele também é a Palavra de Deus.

8.38 - O batismo era um sinal de identificação com Cristo e com a igreja crista. Embora não existisse outra testemunha além de Filipe, ainda assim era importante que o eunuco se batizasse.

8.39,40 - Porque, de repente. Filipe foi conduzido a uma cidade diferente? Este sinal miraculoso mostrou a urgência de levar os gentios à fé em Cristo. Azoto é Asdode, uma das antigas capitais dos filisteus. Provavelmente Filipe viveu em Cesária nos vinte anos seguintes a esse episódio (21.8).

Índice: Atos 1 Atos 2 Atos 3 Atos 4 Atos 5 Atos 6 Atos 7 Atos 8 Atos 9 Atos 10 Atos 11 Atos 12 Atos 13 Atos 14 Atos 15 Atos 16 Atos 17 Atos 18 Atos 19 Atos 20 Atos 21 Atos 22 Atos 23 Atos 24 Atos 25 Atos 26 Atos 27 Atos 28

Nenhum comentário:

Postar um comentário