sexta-feira, 11 de dezembro de 2009


SIGNIFICADO, PECADO, TESTAMENTO, NOVO
Expressão Grega: hamartia

Tal como definido pela Bíblia, o pecado é uma violação do padrão de Deus para o comportamento humano. As palavras bíblicas mais frequentes para “pecado” se fala de violar a norma de alguma forma. O equivalente grego, hamartia significava, originalmente, “errar o alvo, falha no dever” (Rm 3:23). Como Legislador, Deus estabelece limites para a liberdade da humanidade; outro termo frequente (parabasis no grego) descreve o “pecado”, como “transgressão”, que significa ultrapassar os limites estabelecidos. Um termo semelhante é paraptoma, que significa “um passo em falso” ou “uma invasão em terreno proibido.” Duas outras palavras do Novo Testamento são anomia, que significa “anarquia”, e paranomia, que significa “a contravenção.” Jesus disse pouco sobre a origem do “pecado”, exceto ao rastreá-lo ao coração e a vontade humana (Mt 6:22-23; 7:17-19; 18:7; Marcos 7:20-23, Lucas 13:34), mas Ele, de forma significativa, definiu o âmbito do pecado. A lei poderia avaliar apenas as ações das pessoas, Jesus mostrou que o ódio, o desprezo, a luxúria, a dureza de coração, e sedução também são pecados. Ele também falou dos pecados de negligência, deixar de fazer boas ações, a árvore estéril, o talento não usado, o sacerdote ignorando o ferido, e amor nunca mostrado (Mt 25:41-46). Ele condenou especialmente pecados de crueldade, a hostilidade implacável, o egoísmo e a insensibilidade (Lucas 12:16-21; 16:19-31).

Paulo argumentou fortemente a partir da observação e da Escritura que “todos pecaram” (Rm 1-3). Para ele, o pecado é uma força, uma energia, uma “lei” nas pessoas (Rm 7:23; 8:2). O pecado produz todos os tipos de mau comportamento, o endurecimento da consciência (Rm 7:21-24), a alienação de Deus, e sujeição a morte (Rm 5:10, 6:23, Ef. 2:1-5). E, os seres humanos são impotentes para reformar-se (Rm 7:24). A solução para o pecado é a morte do crente com Cristo, a morte para o pecado, para si mesmo, e para o mundo. Ao mesmo tempo, uma nova vida é dada por meio do Espírito, invasivo, efusivo, que transforma a vida por dentro, fazendo com que cada pessoa seja uma nova criação ao santificar a sua personalidade na semelhança de Cristo (Rm 5:6-9, 8:1-4, 28 -29).

Versículos chave

Romanos 8:2, 3; 1 João 1:7, 9, 2:2, 3:4, 9; 4:10, 5:16

O apóstolo João, em sua primeira epístola, também lida com pecado. 1 João afirma 15 razões porque o pecado não pode ser tolerado na vida cristã e ressalta novamente que o pecado é a ignorância da verdade e da falta de amor (1 João 3:3-10). No entanto, Deus perdoa aqueles que confessam seus pecados, e Cristo faz expiação de seus pecados e intercede por eles (1 João 1:7-2:2).

Fonte: Holman Treasury of Key Bible Words de Eugene E. Carpenter e Philip W. Comfort.

Um comentário:

Compartilhe Este Artigo

Delicious Digg Facebook Favorites More Stumbleupon Twitter

Pesquise outros Estudos