2017/11/29

Atos 22 — Comentário Devocional

22.3 - Gamaliel foi o mestre mais honrado do primeiro século. Ele era muito conhecido e respeitado como um perito da lei religiosa e como a voz da moderação (5.34). Ao mencioná-lo, Paulo mostrava suas credenciais como um homem culto, treinado pelo mais respeitado mestre judeu.

22.3,4 - Ao afirmar que era tão zeloso para com Deus como qualquer um de seus ouvintes judeus, Paulo demonstrou reconhecer os verdadeiros motivos que estavam por trás do desejo deles de matá-lo; e destacou que ele próprio sentiu o mesmo em relação aos líderes cristãos alguns anos antes. Paulo sempre tentava estabelecer um ponto em comum com seu público antes de lançar uma defesa completa do cristianismo. Quando você testemunhar a respeito de Cristo, primeiro identifique-se com seu público. Eles ouvirão com muito mais atenção se perceberem algo em comum com você.

22.6ss - Depois de ganhar a atenção e estabelecer um ponto em comum com seu público, Paulo deu seu testemunho. Contou como veio a crer em Cristo. Ser razoável é bom, mas também é importante compartilhar o que Cristo tem feito em nossa vida. Mas embora apresentemos bem a mensagem, nem todos a aceitarão; Paulo sabia disso. Devemos, fiel e responsavelmente, apresentar as Boas Novas e deixar os resultados com Deus.

22.21,22 - Esses judeus ouviram Paulo atentamente, mas a palavra "gentios” trazia a tona ioda a ira deles e expunha-lhes o orgulho. Os judeus deveriam ser uma luz para os gentios, falar a estes sobre o verdadeiro Deus, mas renunciaram tal missão. tornando-se separatistas e exclusivistas. O plano de Deus, porém, não seria frustrado; os gentios ouviram as Boas Novas anuncia das por cristãos judeus como Paulo e Pedro.

22.25-28 A pergunta de Paulo deteve o oficial, porque, pela lei, um cidadão romano não poderia ser castigado até que fosse comprovado sua culpa por um crime. Paulo era um cidadão romano de nascimento, porém a cidadania daquele oficiai era comprada. Comprar a cidadania era uma prática comum e uma boa fonte de renda para o governo romano. Mas a cidadania compra da era considerada inferior àquela adquirida por nascimento.

22.30 - Paulo usou a época de sua perseguição como uma oportunidade para testemunhar. Até seus inimigos criaram condições para que ele pudesse discursar diante de todo o Sinédrio. Se formos sensíveis ã liderança do Espírito Santo, veremos um aumento das oportunidades para compartilhar nossa fé, mesmo diante da oposição.

Nenhum comentário:

Postar um comentário