2009/06/25

Comentário de João 18:25-26

18:25 - E Simão Pedro estava ali e se aquecia,... Isto é repetido de João 18comentario biblico, evangelho de joão, novo testamento:18 para ligar a história, e continuar a o relato da negação de Pedro a Cristo, que é interrompido pela introdução do exame de Cristo perante o sumo sacerdote, que foi feita ao mesmo tempo. Pedro continuou entre e com os agentes e funcionários do sumo sacerdote, aquecendo-se por uma fogueira que tinha feita, porque era uma noite fria; e isso provou em uma conseqüência má para ele. A companhia e a conversa com os ímpios devem ser evitadas; nada de bom se deriva disso, a continuidade entre estes é muito perigosa,[1] os homens são muitas vezes mais preocupados com os seus corpos do que com as suas almas; Satanás lança a sua isca para a nossa parte sensual e sensível, e aquilo o que se pensa ser bom, é na verdade para a dor.[2]

Eles disseram, portanto, a ele;… Os servos e oficiais, entre que ele estava parado se aquecendo, tendo observado o que a empregada tinha dito a ele:

Não és tu também um dos seus discípulos? Suspeitando que ele era, embora ele tivesse negado-o, e portanto, pressionando-o para que lhe desse uma resposta direta: eles podiam observar o seu semblante caído,
[3] quando a empregada colocou a questão a ele; pode haver alguma coisa em sua forma de se dirigir, e especialmente na sua forma de falar, o que aumentou a suspeita:

Mas ele negou-o, e disse, não sou;... Uma segunda vez. Esta negação de ser ele um discípulo de Cristo, como antes, não resulta de um sentido de sua indignidade de ser um, nem de desconfiança e dúvida de um direito a tal caráter, mas a partir do medo dos homens,
[4] e vergonha de Cristo, ele nega aquilo que era a sua grande misericórdia, privilégio, e glória.

18:26 - Um dos servos do sumo sacerdote,… Ouvindo ele negar que era um dos discípulos de Jesus, quando eles tinham muita razão para acreditar que ele era:

Sendo parente daquele a quem Pedro havia decepado-lhe a orelha;… Aparentado com Malco, a quem Pedro tinha causado esse dano; e que estava presente nesse mesmo tempo, e sem dúvida o notou; e ainda mais especificamente devido ao fato dele ter feito isso a um parente seu:

Ele diz: não te vi no jardim com ele? Como se ele devesse ter dito: eu te vi com meus próprios olhos, juntamente com Jesus, esta noite, no jardim, para além do Kidron, onde ele foi detido, como podeis negar este fato? E irás tu sustentar tão confiantemente isso, de que tu não és um dos seus discípulos?

___________
Notas

[1] Cf. 1 Coríntios 15:33. N do T.
[2] Cf. Provérbios 14:12. N do T.
[3] Cf. Gênesis 4:5. N do T.
[4] Cf. Provérbios 29:25. N do T

Nenhum comentário:

Postar um comentário