2009/06/26

Comentário de João 21:11-12

21:11 - Simão Pedro subiu,… Ou ao mar, sendo mais elevado do que a terra, ocomentario biblico, evangelho de joão, novo testamentou ao barco que estava na praia: ele entrou abordo e...

Puxou a rede para a terra cheia de grandes peixes;… Não sozinho, mas os outros dos discípulos com ele; embora só ele seja mencionado; um emblema do número completo dos escolhidos de Deus sendo trazidos a salvos para a praia, a Cristo, e aos céus, através de várias tribulações e aflições no mundo, que apropriadamente significa as ondas do mar. Cujo número é um mistério, que eu, deveras, não sei. A conjectura de Grotius é que seja uma figura dos prosélitos nos dias de Davi e Salomão, o que parece sem fundamento; visto que eles não eram assim muitos milhares, mas uns seiscentos. E muita pouca consideração deve ser dada aos pensamentos de outros, que dizem que o grande número, cem, diz respeito aos convertidos entre os Gentios, e o menor entre os Judeus; bem melhor é a observação de outros, de que significa a coleta de todas as sortes de pessoas a Cristo, e sua Igreja.

E havendo tantos;… Em número, e esses tão grandes e pesados. A versão Siríaca lê כלה יוקרא בהנא, “com toda a sua força”, ou “carga”, e assim também a versão Persa; mas a Árabe, “com tão grande número”; tanto as idéias de número e peso devem ser preservadas, para fazer o que se segue mais observável:

Ainda assim a rede não se rompeu;… Que deve ser atribuído ao pode divino de Cristo; e é um emblema do poder de Deus em assistir o Evangelho, a regeneração, conversão, e a salvação do seu povo, e da grande utilidade dele, mesmo que desprezível aos olhos dos homens, e de sua permanência e duração, até que todo o eleito de Deus seja reunido.
[1]

21:12 - Jesus disse-lhes, vinde e jantem,... Uma pessoa poderia pensar que seria mais apropriado ele ter dito, vinde e tomai o desjejum do que vinde e tomai a janta, visto que era assim cedo de manhã: mas Grotius observou de Homer, que a palavra αριστον, é usada para comida ingerida de manhã; de forma que ela pode significar aqui, não o que nós chamamos janta, mas a alimentação feita em uma manhã; e pode ser um emblema do revigoramento que os crentes desfrutam com Cristo em sua casa e ordenanças, e desses prazeres perpétuos que eles participarão com ele na manhã da ressurreição: e deve ser observado que ele não diz ide e jantem, mas venham e jantem; ou seja, junto com ele: ele não envia os seus discípulos para outro lugar para comida, mas os convida a vir a ele, para ouvir a sua palavra que é alimento para a fé, para esperar na sua casa, onde bastante provisão é feita, e para assistir-lhes em suas ordenanças, e em tudo alimentar-se nele; do qual todos eles são muito bem-vindos.

E nenhum dos discípulos dizia-lhe: quem és? Sabendo que era o Senhor: pois fazer essa pergunta era desnecessário, e seria impertinente, e eles poderiam ser apropriadamente repreendidos e censurados: iria parecer insolência, ou descrença, ou ambos, e seria grandemente agravado, quando era tão claro que era o Senhor; que podia ser conhecido pela sua voz e pessoa, especialmente quando eles se aproximaram dele, e também pelos milagres que ele operou: assim, ao último dia, quando todo olho o verá vindo com as nuvens dos céus, ninguém perguntará quem ele é; pois todos saberão que é ele.

______________
Notas

[1] Cf. Apocalipse 7:3. N do T.

Nenhum comentário:

Postar um comentário