2009/06/26

Comentário de João 21:4-5

21:4 - Mas quando era manhã,… Estando o dia começando, e a luz aparecendcomentario biblico, evangelho de joão, novo testamentoo, muito cedo de manhã; pois Cristo visita os seus cedo, e está presente para ajudá-los e tempos de dificuldades.

Jesus se apresentou na praia: No solo firme, enquanto os seus discípulos estavam lutando contra as ondas, e labutando sem sucesso. Assim o Cristo levantado dos mortos é glorificado e está nos céus; mas não despreocupado com o seu povo no meio de suas aflições nesse mundo:

Mas os discípulos não sabiam que era Jesus;… Embora ele estivesse tão perto deles que eles podiam ouvir o que ele dizia; mas o dia não estando plenamente estabelecido, eles não podiam discernir que era ele distintamente, ou seu olhos estavam cansados a ponto de não puderem reconhecê-lo. Assim Cristo está às vezes perto do seu povo, e eles não o reconhecem.

21:5 - Então Jesus disse a eles: filhos,… E eles ainda não o reconhecem, embora ele usasse a linguagem terna e familiar para eles, e que eles tinham ouvido dele; e ele tinha chamado-os um pouco antes de sua partida deles, João 13:33, e que ele usa aqui como expressão de sua terna afeição por eles, sua relação com ele, e para que ele pudesse ser conhecido por eles:

Tens alguma comida? Ou seja, como traduz a versão Siríaca, מדם למלעס, “alguma coisa para comer”; querendo dizer peixe que ele tinham apanhado; e se eles tinham conseguido uma quantidade suficiente para fazer refeição para ele e eles.

Responderam-lhe: não;... Eles não tinham conseguido nada; ou pelo menos o que eles tinham era longe de ser o suficiente para tomarem o café da manhã; pois a primeira refeição em um dia pode ser assim mais apropriadamente chamado, embora seja chamado apenas de comida. Os filhos de Cristo, os fiéis, estão, por vezes, sem alimento espiritual; há sempre suficiente alimentação em Cristo, e ele tem uma disposição para lhes dar; mas quer através da prevalecente iniquidade que eles se alimentam de outra coisa, ou não vão a ele para ter alimentação; ou vão noutro local, mas ele não os faz passar fome,
[1] por que ele fez provisões para eles no ministério da palavra e ordenanças, e ele próprio é o pão da vida;[2] se eles não pedirem alimentação, ele vai perguntar se eles têm algo; gentilmente irá convidá-los para as provisões que ele próprio faz; ele os acolherá, e abençoá-los-á.

_____________
Notas

[1] Cf. Isaías 65:13. N do T.
[2] Cf. João 6:35. N do T.

Nenhum comentário:

Postar um comentário