Biblioteca com mais de 5 mil estudos bíblicos gratuitos e centenas de livros evangélicos para baixar em PDF.

terça-feira, 23 de junho de 2009

Comentário de João 14:6

Jesus disse-lhe: eu sou o caminho,... Nosso Senhor aproveita a oportuComentário de João 14:6nidade deste discurso sobre o lugar para onde ele ia, e o caminho até lá, para ensinar mais completamente, e instruir os seus discípulos, com respeito a si mesmo, dizendo: "eu sou o caminho"; Cristo não somente é o caminho, assim como ele vai diante do seu povo como um exemplo; ou apenas como um profeta, mostrando a eles pela sua doutrina o caminho da salvação; mas ele é o caminho da salvação, pela obediência a ele e, principalmente, pelo seu sacrifício; nem há qualquer outro; ele é o caminho que o seu Pai designou, e que é completamente agradável às perfeições de Deus, e satisfatório ao caso e condição dos pecadores; ele é o caminho para todas as bênçãos da aliança da graça; e ele é o caminho correto em um estado de igreja do Evangelho; ninguém pode entrar corretamente em uma igreja de Cristo, a não ser pela fé nele; e ele é o caminho para o céu: ele mesmo entrou através de seu próprio sangue, e abriu o caminho para seu povo: e a isso, ele acrescenta,

A verdade,... Ele não é apenas verdadeiro, mas é a própria verdade: isto pode considerar a sua pessoa e caráter; que ele é o verdadeiro Deus, e vida eterna; verdadeira e realmente homem; como um profeta ele ensinou o caminho de Deus em verdade; como um sacerdote, ele é fiel, como também misericordioso, tanto verdadeiro como fiel, pela qual ele foi designado; e como um Rei, verdadeiro e confiável em todos os seus caminhos e administrações: ele é a soma e a substância de todas as verdades do Evangelho; ele é o centro e a plenitude das Escrituras; e ele é a verdade de todos os tipos e sombras, promessas e profecias do Antigo Testamento; nele todas as coisas são realizadas nele; e ele é o verdadeiro caminho, em oposição a todo homem falso e enganoso. E esta frase parece ser oposta a uma noção dos judeus, que a lei era o verdadeiro caminho da vida, e que limitaram, assim, a verdade à lei. Eles têm uma declaração (r), que משה ותורתו אמת, "Moisés e a sua lei são a verdade"; e por isso que eles dizem que Corá e os seus estão no inferno. Que a lei de Moisés era verdade é certo; mas é uma expressão muito forte dizer do próprio Moisés, de que ele era a verdade; mas bem concorda com Cristo, por quem a graça e a verdade vieram em oposição a Moisés, por quem veio a lei: mas quando eles dizem (s): אין אמת אלא תורה, “não há nenhuma verdade, exceto a lei", eles não falam a verdade. Mais verdadeiramente eles falam, quando, em resposta para aquela pergunta, מה אמת, “o que é verdade?" é dito: o Deus vivo, e Rei do mundo (t), caráter este que bem concordam com Cristo.

E a vida: Cristo é o autor e doador de vida, natural, espiritual, e eterna; ou ele é o caminho da vida, ou "caminho vivo"; em oposição à lei que era assim longe de ser caminho da vida, que era uma ministração de condenação e morte: ele sempre foi e sempre será o caminho; tudo que está neste caminho tem vida, nenhum nele morre jamais; e é um caminho que conduz a vida eterna:
[1] e conclui todos os epítetos em uma sentença, Cristo é o verdadeiro caminho, a vida eterna, que é somado por via de explicação dele, como o caminho.

Nenhum homem pode vir ao Pai a não ser por mim;… Cristo é o caminho de acesso para o Pai; não tem como ir a Deus, não por meio de obras da aliança, nem sem um Mediador; e o único Mediador entre Deus e os homens é Cristo: ele introduz e apresenta as pessoas e o serviço de seu povo a seu Pai, e lhes dá aceitação diante Dele.



__________
Notas

(r) T. Bab. Bava Bathra. fol. 74. 1. Bemidbar Rabba, fol. 223. 2.
(s) Hieros. Roshhashanah, fol. 59. 1. Praefat. Echa Rabbati, fol. 36. 2.
(t) Ib. Sanhedrin, fol. 18. 1.
[1] Cf. João 17:3. N do T.
0 Deixe seu comentário:
Postar um comentário