2009/06/26

Comentário de João 19:25

E junto à cruz de Jesus,... Perto, não apenas a ponto de vê-lo, mas também comentario biblico, evangelho de joão, novo testamentode ouvir o que ele falou:

Sua mãe;... A mãe de Jesus, Maria, que mostrou a sua afeição a Cristo, e sua constância junto ao seu filho até o final; embora fosse uma visão cortente para ela, e agora foi cumprida a profecia de Simeão, Luc. 2: 35, de ver seu filho em tais agonias e tristezas, transpassado e insultado pelo pior dos homens, e ainda também que ela estava exposta ao perigo e risco de ser abusada pela multidão escandalosa, e que também mostrou que ela se situava em necessidade, assim como os outros, de uma Salvador crucificado; ela estava muito longe de ser uma co-parceira com ele na tomada da satisfação pelos pecados, como os Papistas iniquamente dizem:

E a irmã de sua mãe, Maria, a esposa de Cleofas. As versões Siríaca, Persa, e Etíope distinguem Maria a esposa de Cleophas, da irmã de sua mãe, colocando o copulativo entre eles, e assim fazem duas pessoas; ao passo que a mesma é intencionada, que era a irmã de Maria, a Mãe de Cristo; e não a sua própria irmã, pois não é provável que duas irmãs devem ter o mesmo nome, mas era a irmã de seu marido José, e assim dela também; ou mais, Cleofas era irmão de José, como Eusebius de Hegesippus dizem (k): e que também não era a filha de Cleofas, como a versão Árabe aqui é fornecido; muito menos a mãe dele, mas sua esposa, que é justamente colocada em nossa tradução:
[1] pois, segundo os outros evangelistas, ela era a mãe de Tiago e Josés,[2] e que eram os filhos de Cleofas ou Alfeus; que não são os nomes de duas pessoas, ou dois nomes de uma e mesma pessoa, mas o nome de uma pessoa pronunciado de maneiras diferentes, seu verdadeiro nome em hebraico era חלפי, ou חלפאי, ou חילפי “Chelphi”, ou “Chelphai”, ou “Chilphi”, um nome frequentemente encontrado nos Talmudes e escritos rabínicos, e assim um escritor judeu (l) observa, que חילפא והוא אילפא, “Chilpha é o mesmo que Ilpha” e em grego pode ser pronunciado tanto Cleofas, ou Alfeu, como é ambos os sentidos: a ignorância disso levou alguns intérpretes a formar diferentes conjecturas, como que o marido de Maria tinha dois nomes , ou que ela foi casada duas vezes com duas pessoas diferentes, uma vez com Alfeus, e após a sua morte com Cleofas, ou que Cleofas era o pai dela, e Alfeus o seu marido; pois para nenhum destes existe qualquer fundamento. Ela foi, sem dúvida, uma crente em Cristo, e ela esteve ali perto da cruz não apenas para fazer companhia com sua irmã, mas por afeto a Jesus, e de testemunhar sua fé em Cristo:

E Maria Madalena,... De quem ele tinha expulsado sete demônios, e que tinha sido uma verdadeira penitente, uma verdadeira crente em Cristo, uma grande amante dele, que tinha grande zelo por ele, seguindo-o até o final. Três Marias são aqui mencionadas em conjunto, e é observável que a maior parte daqueles que são tomados no relato como seguindo Cristo na cruz, e ficarem lá, eram as mulheres, as mais fracas, o sexo frágil, quando todos os seus discípulos fugiram, e nenhum deles permaneceu perto dele na cruz, como lemos, exceto João; não, nem mesmo Pedro, que se gabou de seu grande amor por ele. Estas boas mulheres permaneceram constantes até a cruz de Cristo, o que pode nos ensinar a fazer assim como fizeram, olhando para um Cristo crucificado,
[3] visualizando as suas tristezas, e seus sofrimentos, e os nossos pecados sendo colocados sobre ele, e sendo eles suportados e levados por ele, devemos olhá-lo para o perdão, pela limpeza, e justificação, em suma, para o conjunto da salvação: devemos também chorar, como elas fizeram, enquanto nós olhamos para ele; derramando lágrimas de afeto e simpatia para com ele; de humilhação pelos nossos pecados, e da alegria de um Salvador, e também devemos obedecê-lo assim como elas fizeram, pelas suas pessoas, ofícios, e graça, pela doutrina da cruz, continuando firmemente na mesma; e pelas ordenaças de Cristo, assistindo-os constantemente, e por todas as acusações e sofrimentos que podem ser submetidos.


_______________
Notas

(k) Emseb. Ecl. Hist. l. 3. c. 11. (l) Juchasin, fol. 92. 1.
[1] King James. N do T.
[2] Cf. Marcos 15:47. “Josés”, אcBCSyh,p; AVg: “José”. – N do T.
[3] Cf. Hebreus 12:2. N do T.

Nenhum comentário:

Postar um comentário