sábado, julho 14, 2018

Resumo de Lucas 16

Resumo de Lucas 16

Resumo de Lucas 16

O objetivo do discurso de Cristo neste capítulo 16 é despertar e estimular a todos nós a usarmos este mundo e não abusarmos dele, de forma a administrarmos todos os nossos bens e prazeres aqui, para que eles possam nos favorecer e não agir contra nós no outro mundo; porque eles farão uma coisa ou outra, de acordo com a maneira como os usarmos agora. I. Se fizermos o bem com eles, e dispusermos do que tivermos em obras de piedade e caridade, iremos colher o benefício disso no mundo por vir; e isto o Senhor mostra na parábola do mordomo infiel, que nego ciou de forma tão justa os bens de seu senhor que, quando foi dispensado de sua mordomia, pode se valer de uma vida confortável. Na parábola em si temos (vv. 1-8) sua explicação e sua aplicação (vv. 9-13), e também o desprezo que os fariseus expressaram pela doutrina que Cristo lhes pregou, pelo qual Ele os reprovou veementemente, acrescentando algumas outras palavras importantes, vv. 14-18. II. Se, em vez de fazermos o bem com nossos prazeres terrenos, os tornamos o alimento e o combustível de nossas concupiscências, de nossa luxúria e sensualidade, e negarmos o alívio aos pobres, certamente pereceremos eternamente, e as coisas deste mundo, que foram assim abusadas, apenas nos acrescentarão infelicidade e tormento. Isto o Senhor mostra em outra parábola, a do homem rico e Lázaro, que tem igualmente mais uma intenção, que é despertar a todos nós para que levemos a sério a advertência que nos foi dada pela palavra escrita, e não esperemos mensagens imediatas do outro mundo, vv. 19-31.

Índice: Lucas 1 Lucas 2 Lucas 3 Lucas 4 Lucas 5 Lucas 6 Lucas 7 Lucas 8 Lucas 9 Lucas 10 Lucas 11 Lucas 12 Lucas 13 Lucas 14 Lucas 15 Lucas 16 Lucas 17 Lucas 18 Lucas 19 Lucas 20 Lucas 21 Lucas 22 Lucas 23 Lucas 24