2019/09/02

Estudo sobre Ezequiel 13

Estudo sobre Ezequiel 13

Estudo sobre Ezequiel 13




Ezequiel 13

Três denúncias contra a falsa profecia (13.1-23)
Uma das razões por que o povo não se dispunha a crer nas advertências proféticas era a persuasão e intensidade dos “falsos profetas” que continuavam a manipulá-los com ”coisas agradáveis” (Is 30.10), em vez de lhes contar a verdade intragável. Os profetas denunciados aqui por Ezequiel são aqueles com quem Jeremias teve de lutar em Jerusalém (cf. especialmente Jr 23.9-40).

a) Primeira denúncia: os mensageiros auto-comissionados (13.1-9). 
v. 2. profetize contra os profetas de Israel, a maioria deles pertencia a escolas e ordens profissionais (chamados em dias antigos de “os filhos dos profetas”), alguns dos quais eram associados a santuários (cf. A. R. Johnson, The Cultic Prophet in Ancient Israel, 1944). que estão profetizando pela sua própria imaginação-, em vez de falar o que vem ”da boca do Senhor” (cf. 3.16ss; Jr 23.16). v. 3. que seguem o seu próprio espírito-, em vez de seguirem o Espírito de Javé (cf. 11.5,24). não viram nada!', em vez de terem visto a verdadeira visão de Deus (cf. 1.1). v. 4. como chacais no meio de ruínas', colaborando para a destruição com sua escavação de buracos, em vez de reparar o muro para que resista a um ataque inimigo, que era o trabalho do verdadeiro profeta (v. 5; cf. 22.30). v. 6. suas adivinhações \são] mentira-, a adivinhação, que recorre a vários artifícios (a maioria de origem pagã), era proibida em Israel (Dt 18.10-14); a verdadeira profecia vinha por meio da inspiração divina, e não por manipulação. Dizem ‘Palavra do Senhor': cf. 22.28; Jr 23.31. o Senhor não os enviou: cf. Jr 23.21,32. v. 9. Eles não pertencerão ao conselho de meu povo: eles seriam excluídos do verdadeiro Israel de Deus e não entrariam na terra com aqueles que retornariam do exílio.

b) Segunda denúncia: os que passam cal (13.10-16). 
O estado de Judá e Jerusalém é como o de um muro que está para cair; os falsos profetas, em vez de tomarem iniciativas corretivas, escondem as suas condições precárias ao cobri-lo com uma camada de cal e assim tornam o seu colapso ainda mais certo. Cinco séculos mais tarde, a comunidade de Cunrã usou a mesma denúncia contra os fariseus, “os intérpretes das coisas agradáveis”, como os chamavam (Código de Disciplina, 1.18; 8.12). A “camada de cal” é a garantia que os falsos profetas dão com a sua saudação ‘Paz \ mas quando não há paz (v. 10; cf. Jr 6.14; 8.11; Mq 3.5), “dizendo que tudo está bem quando nada está bem” (NEB). A chuva torrencial, com chuva de pedra e ventos violentos, que derruba o muro (v. 11-14) denota o juízo divino que está por vir sobre Judá e Jerusalém. Os falsos profetas são mereci-damente esmagados nas ruínas do muro que eles tanto estimularam a construir.
c) Terçara denúncia: as caçadoras de almas (13.17-23). As mulheres contra as quais esse oráculo é dirigido profetizam pela sua própria imaginação (v. 17) como os seus correspondentes masculinos (v. 2), mas, em vez de ajudar o povo de Deus, elas enlaçam a vida do povo (v. 18,20) e assim precipitam a sua destruição. Os berloques de feitiço que elas prendem a seus pulsos e os véus ou xales de vários comprimentos que fazem para a cabeça (v. 18) evidentemente pertencem à parafernália da bruxaria; pensava-se que o seu uso adequado pudesse preservar ou tirar a vida de pessoas, e talvez funcionasse ali onde se cria na sua eficácia (v. 19). O ponto principal de acusação contra elas é que desencorajaram o justo e encorajaram os ímpios (v. 22), mas o poder de Deus é mais forte do que a bruxaria: ele vai expor as ambições delas e livrar as suas vítimas.

Índice: Ezequiel 1 Ezequiel 2 Ezequiel 3 Ezequiel 4 Ezequiel 5 Ezequiel 6 Ezequiel 7 Ezequiel 8 Ezequiel 9 Ezequiel 10 Ezequiel 11 Ezequiel 12 Ezequiel 13 Ezequiel 14 Ezequiel 15 Ezequiel 16 Ezequiel 17 Ezequiel 18 Ezequiel 19 Ezequiel 20 Ezequiel 21 Ezequiel 22 Ezequiel 23 Ezequiel 24 Ezequiel 25 Ezequiel 26 Ezequiel 27 Ezequiel 28 Ezequiel 29 Ezequiel 30 Ezequiel 31 Ezequiel 32 Ezequiel 33 Ezequiel 34 Ezequiel 35 Ezequiel 36 Ezequiel 37 Ezequiel 38 Ezequiel 39 Ezequiel 40 Ezequiel 41 Ezequiel 42 Ezequiel 43 Ezequiel 44 Ezequiel 45 Ezequiel 46 Ezequiel 47 Ezequiel 48

Nenhum comentário:

Postar um comentário