2019/09/02

Estudo sobre Ezequiel 46

Estudo sobre Ezequiel 46

Estudo sobre Ezequiel 46




Ezequiel 46
c) Mais responsabilidades do príncipe (46.1-18). 
O sábado semanal e o dia da lua nova (primeiro dia de cada mês) são marcados pela abertura da porta leste do pátio interno (v. 1). O príncipe, tendo entrado no pátio externo pela porta leste (cf. 44.3), se aproxima da porta do pátio interno que dá para o leste, mas não passa por ela (somente os sacerdotes podem entrar no pátio interno). Ali ele oferece sacrifícios ordenados como o representante do povo, entregando-os aos sacerdotes, cuja prerrogativa é oferecê-los no altar (v. 2-8). O príncipe então sai pela porta leste do pátio externo; a sua partida, assim como a sua chegada, coincide com a do povo, mas este usa as portas norte e sul (v. 9,10). Mais detalhes das responsabilidades do príncipe no templo são apresentados nos v. 11-15.
Os presentes da sua própria propriedade que o príncipe dá a seus filhos pertencem a eles de forma inalienável (visto que eles são membros da casa real); presentes semelhantes dados a seus servos são revertidos para a casa real no ano da liberdade, i.e., o ano do jubileu (Lv 25.8ss). Nenhuma terra poderia ser alienada perpetuamente da família que originariamente a possuía, fosse da família real, fosse de qualquer outra família do povo comum (v. 16-18).
d) A cozinha dos sacerdotes (46.19-24). A distinção entre os sacerdotes que ministram no altar e os que ministram no templo (v. 24) é mantida até na estruturação referente às cozinhas: aqueles cozinham a carne dos sacrifícios e assam a oferta de cereal para o seu próprio consumo em cozinhas atrás do templo, no extremo oeste do pátio interno (cf. 42.1ss); estes (os que ministram no templo) cozinham os sacrifícios do povo em cozinhas situadas nos cantos do pátio externo. A comida sacrificial dos sacerdotes era especialmente santa, e, se fosse cozinhada no pátio externo, poderia transmitir santidade ao (consagrar d) povo (v. 20), como as vestes em 44.19.

Nenhum comentário:

Postar um comentário