2009/06/24

Comentário de João 16:28

Eu saí do Pai,... Esta é a soma do que o apóstolo acreditou, e comentario biblico, evangelho de joão, novo testamentodo que Cristo, nestes discursos, tinha estado falando. Esta sua vinda do Pai será entendida, não da sua filiação eterna; nem da sua vinda de certo modo da graça para o seu próprio povo, no conselho e convenção da graça e paz; nem da constituição dele, como Mediador, eterno; mas da sua vinda na carne na plenitude do tempo: que supõe que ele era, e que ele existiu como uma pessoa divina antes; que ele estava com o seu Pai antes; que ele veio dele com o seu conhecimento, mente, e vontade; ele não veio dele mesmo, mas ele o enviou; e ainda ele veio de boa vontade, não foi forçado, ou não veio contra a sua vontade: e isto não supõe nenhum movimento local, ou mudança de lugar, mas só pretende uma assunção da natureza humana em unidade com a sua pessoa divina que enche o céu e a terra com a sua presença;[1] nem qualquer separação do seu Pai, com quem estava ele, e em cujo seio jazia quando ele foi feito carne, e habitou entre homens;[2] nem qualquer ausência do céu, porque ele estava lá quanto em terra.

E vim ao mundo;… De onde ele estava antes, como Criador e Sustentador[3] do mundo, pela sua presença poderosa e imensa; isso se refere a sua vinda e manifestação na carne, que, em geral, era para fazer a vontade de Deus, que ele concordou em fazer, e para a qual ele desceu dos céus;[4] e, em particular, para pregar o Evangelho,[5] para chamar os pecadores ao arrependimento,[6] para dar vida[7] e luz a muitos, e para cumprir a lei, por obedecer aos seus preceitos, e suportar sua penalidade, tanto para fazer e sofrer no lugar de seu povo, e para salvar pecadores perdidos, até mesmo o pior deles.

Novamente, eu deixo o mundo;… Não o governo e a sustentação do mundo, como Deus, nem o cuidado de seu povo no mundo, como Mediador, pois ele retém sempre o mesmo amor, e não lhes deixará orfanados e desconsolados; nem ele estava deixando para nunca mais voltar; pois ele descerá, da mesma maneira que subiu,[8] e virá uma segunda vez e julgará o mundo em justiça:[9] mas ele estava para partir do mundo pela morte, tendo feito a obra para a qual ele veio fazer.

E vou para o Pai;… Para dar um relato de sua obra, como um servo justo, sendo leal a aquele que o designou; e para tratar dos assuntos do seu povo; para aparecer diante da presença de Deus por eles;[10] para apresentar as suas petições, ser o advogado deles, fazer intercessões por eles, tomar posse dos seus em seu nome, e prepará-los um lugar para eles; para tomar seu lugar à mão direita de Deus na natureza humana, para ser glorificado com a prometida glória antes de o mundo existir.[11]


____________
Notas

[1] Cf. Efésios 1:23. N do T.
[2] Cf. João 1:14. N do T.
[3] Cf. Hebreus 1:3. N do T.
[4] Cf. João 6:38. N do T.
[5] Cf. João 18:37. N do T.
[6] Cf. Lucas 5:32. N do T.
[7] Cf. João 10:10. N do T.
[8] Cf. Atos 1:11. N do T.
[9] Cf. Atos 17:31. N do T.
[10] Cf. Hebreus 9:24. N do T.
[11] Cf. João 17:5. N do T.

Nenhum comentário:

Postar um comentário