2015/10/26

Apocalipse 21:1-27 — Interpretação Bíblica

Apocalipse 21:1-27 — Interpretação Bíblica




O novo céu e a nova terra
(Leia Apocalipse 21.1-8)

Em lugar do primeiro céu e da primeira terra (20.11), aparecem o novo céu, a nova terra e a nova Jerusalém. Este é o novo Universo, onde Deus reina e onde não há mais morte, nem tristeza, nem choro, nem dor.
21.1 um novo céu e uma nova terra Como Deus tinha prometido (Is 65.17; 66.22; 2Pe 3.13). o mar sumiu As pessoas tinham medo do mar, não apenas por ser um lugar perigoso, mas também por pensarem que as coisas más vinham do mar (ver Dn 7.3; Ap 12.3, n.; 13.1). No novo Universo não haverá mar.
21.2 a Cidade Santa Isto é, a cidade de Deus (Is 52.1; Ap 22.19). a nova Jerusalém Ap 3.12; Gl 4.26; ver Hb 11.10, n. vestida como uma noiva Is 61.10. A noiva do Cordeiro é o povo de Deus (ver Ap 19.5-10, n.; 19.7-8, n.; 21.9; 22.17).
21.3 Deus vai morar com eles, e eles serão os povos dele Essa é a promessa da aliança que Deus fez com o seu povo (Êx 29.45; Lv 26.11-12; Jr 7.23; 11.4; 30.21-22; 31.33-34; Ez 37.26-27; Zc 8.8; 2Co 6.16; Hb 8.8-13). Deus estará com eles Ver Is 7.14, n.; Mt 1.23.
21.4 Ele enxugará... todas as lágrimas. Não haverá mais... tristeza, nem choro Ap 7.17; Is 25.8; 35.10; 65.19. Não haverá mais morteAp 20.14; 1Co 15.25-26,54-55.
21.5 Aquele que estava sentado no trono Deus (ver Ap 20.11, n.). faço novas todas as coisas 2Co 5.17. estas palavras são verdadeiras Ap 19.9.
21.6 o Alfa e o Ômega Ver Ap 1.8, n. darei água para beber Is 55.1; Jo 4.10,14; 7.37.
21.7 Aqueles que conseguirem a vitória receberão... este presente Esta promessa é parecida com aquelas que aparecem no fim de cada uma das cartas escritas às sete igrejas (Ap 2.7,11,17,26-28; 3.5,12,21). eles serão meus filhos 2Sm 7.14; Sl 89.26-27.
21.8 os assassinos, os imorais, os que praticam a feitiçaria, os que adoram ídolos Ver lista semelhante em Rm 1.28-32. o lago onde queima o fogo O inferno (ver Ap 19.20, n.). enxofre Ver Ap 14.10, n. a segunda morte Ver Ap 2.11, n.; Ap 20.6,14.

A nova Jerusalém
(Leia Apocalipse 21.9—22.5)

 A nova Jerusalém desce do céu para ser a morada eterna do povo de Deus. Os números que aparecem neste texto têm um significado simbólico, com destaque para o número doze (ver Intr. 4.3).
21.9 Um dos sete anjos Ver Ap 17.1, n. a Noiva, a Esposa do Cordeiro Ver v. 2, n.
21.10 o Espírito de Deus me dominou Ver Ap 1.10, n. uma montanha grande Ez 40.2. Jerusalém, a Cidade Santa, que descia do céu Ver Ap 21.2, n.
21.11 brilhando com a glória de Deus Is 60.1-2,19; Ez 43.2.
21.12-13 doze portões Ver a descrição dos doze portões e da muralha de Jerusalém na visão do profeta Ezequiel (Ez 48.30-35).
21.12 doze tribos do povo de Israel Ap 7.4-8.
21.14 doze rochas... doze apóstolos Ver Ap 4.4, n.; ver também Ef 2.20, n.
21.15 uma vara de ouro para medir a cidade Ez 40.3.
21.16 era quadrada Ez 48.16. dois mil e duzentos quilômetros Ao pé da letra, o texto original grego diz: “doze mil estádios” (ver Ap 14.20, n.). Sobre o significado do número doze, ver Intr. 4.3. O seu comprimento, largura e altura eram iguais Um cubo perfeito, que faz lembrar o Santíssimo Lugar do Templo de Jerusalém (1Rs 6.20).
21.17 sessenta e quatro metros Ao pé da letra, o texto original grego diz: “cento e quarenta e quatro côvados”. O côvado era uma medida de comprimento que equivalia a 44,5 cm. Cento e quarenta e quatro é outro múltiplo de doze (vez Intr. 4.3). largura O texto original grego também pode ser traduzido assim: “altura”.
21.18-21 Ver a descrição da nova Jerusalém em Is 54.11-12.
21.19-20 pedras preciosas Comparar esta lista com as pedras preciosas do peitoral do Grande Sacerdote (Êx 28.17-20; 39.10-13).
21.20 sardônica Pedra semipreciosa, alaranjada ou vermelha. sárdio Ver Ap 4.3, n.
21.23 não precisa de sol nem de lua Is 60.1,19-20. o Cordeiro é o seu candelabro Jo 8.12; ver Jo Intr. 3.3.
21.24 Os povos... e os reis Is 60.3-5.
21.25-26 Os portões... sempre abertos... As nações vão trazer... as suas riquezas Is 60.11.
21.25 não haverá noite Is 60.19; Zc 14.7; Ap 22.5.
21.27 não entrará nada que seja impuro Is 52.1; Ez 44.9; Ap 22.15. Entrarão na cidade Ap 22.14. Livro da Vida Ver Ap 3.5, n.


Nenhum comentário:

Postar um comentário