2009/05/19

Comentário Bíblico de Albert Barnes: João 1:15

João deu testemunho dele – O evangelista agora retorna ao testemunho de João Batista. Ele tinha afirmado que a Palavra se tornou encarnada, e ele agora apela para o testemunho de João para mostrar que, embora encarnado, Ele era o Messias.

Aquele que vem depois de mim – Aquele de quem eu sou o antecessor, de cujo caminho eu vim preparar. Veja as notas em Mateus 3:3

Passou diante de mim – É superior a mim. Muitos críticos têm suposto que as palavras traduzidas “passou” se relaciona com o “tempo”, e não com respeito a dignidade; querendo dizer que embora ele viesse depois dele publicamente, sendo seis meses mais novo que João, bem como entrando em sua obra depois de João, ainda assim ele tinha existido muito tempo depois dele. A maioria, no entanto, tem entendido isso mais corretamente como nosso tradutores parecem ter entendido, como significando que Ele tinha maior dignidade e maior honra do que João.

Ele existiu antes de mim - Isto pode se referir a nada mais do que a sua pré-existência, e pode ser explicado apenas na suposição de que ele existia antes de João, ou, conforme o evangelista tinha mostrado antes, desde o início. Ele veio "depois de" João em seu ministério público e na sua natureza humana, mas na sua natureza divina ele já existia muito antes de João aparecer - desde a eternidade. Podemos aprender aqui que é uma marca do verdadeiro espírito de um ministro de Cristo desejar e sentir que Cristo deve sempre ser preferido do que a nós. Nós devemos manter-nos fora de vista. O grande objetivo é honrar o Salvador, e por mais que ministros possam ser honrados ou abençoados, no entanto, todos devem cair aos pés de Jesus, e dirigir todos os homens para ele como o objeto de afeto e indivisa honra. É o trabalho de cada cristão, bem como de cada cristão ministro, de ser testemunha de Cristo, e de se esforçar para convencer o mundo que Ele é digno de confiança e amor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário