2017/07/10

Apocalipse 14:1-20 — Interpretação Bíblica

Apocalipse 14:1-20 — Interpretação Bíblica




A canção dos cento e quarenta e quatro mil
(Leia Apocalipse 14.1-5)

Antes das últimas pragas (15.1), isto é, das sete taças da ira de Deus (16.1), aparecem três outras visões. Na primeira (14.1-5), João antevê a felicidade do povo de Deus na presença do Cordeiro.
14.1 o Cordeiro Jesus Cristo (Ap 5.5-6). monte Sião Aqui, o mesmo que a nova Jerusalém (ver Ap 3.12, n.; 21.9-27; Hb 12.22-24). cento e quarenta e quatro mil O número total dos seguidores de Cristo (ver Ap 7.4, n.). o nome dele e o nome do Pai dele escritos na testa delas Ver Ap 7.3, n.
14.3 dos quatro seres vivos, e dos líderes Ap 4.4,6. comprados por Deus Ver Ap 5.9, n.
14.4 puros porque não haviam tido relações com mulheres Maneira de falar a respeito das pessoas que não adoram ídolos (ver Ap 2.14, n.; 14.8; cap. 17). Seguem o Cordeiro Jo 10.4. foram comprados Ap 5.9. os primeiros Tg 1.18. os primeiros a serem oferecidos a Deus e ao Cordeiro Linguagem tirada da lei de Moisés, que mandava que os israelitas oferecessem a Deus os primeiros cereais da colheita (Êx 23.19; Lv 23.9; Jr 2.3).
14.5 nunca mentiram Sf 3.13.

As mensagens dos três anjos
(Leia Apocalipse 14.6-13)

Os três anjos anunciam o Dia do Juízo Final, em que as pessoas que adoravam o monstro e a sua imagem (v. 9) serão castigadas para todo o sempre (v. 11). Mas os servos de Deus terão descanso (v. 13).
14.6 raças, tribos, línguas e nações Ver Ap 5.9, n.
14.7 fez o céu, a terra, o mar e as fontes das águas Ver Ap 4.11, n.
14.8 Caiu a grande Babilônia! Aqui, Babilônia é uma maneira de falar sobre a cidade de Roma, inimiga dos cristãos (Ap 16.19; 17.5; 18.2,10,21,24; ver 1Pe 5.13, n.). Ela caiu como caiu a antiga Babilônia, inimiga do povo de Israel (Is 13.1—14.23; 21.9; 47.1-15; Jr 51.8). o vinho forte da sua... imoralidade Referência à idolatria (ver Ap 2.14, n.).
14.9 o monstro O primeiro monstro, que subiu do mar (Ap 13.1). receberam o sinal na testa ou na mão Ver Ap 13.16, n.
14.10 o vinho da sua ira Ap 15.7; 16.19; Sl 75.8; Is 51.17,22; 63.1-3; Jr 25.15. fogo e... enxofre Gn 19.24; Sl 11.6; Ez 38.22; Ap 19.20; 20.10. Enxofre é um material amarelo que, ao ser queimado, produz forte calor e cheiro desagradável.
14.11 sobe para todo o sempre Ap 19.3; Is 34.10. o sinal do nome dele Ap 13.16-17.
14.12 o povo de Deus Ver Ap 5.8, n. agüente o sofrimento Ver Ap 1.9, n.
14.13 uma voz do céu De Deus ou de um anjo. felizes Ver Ap 1.3, n. descansarão Is 57.2; Hb 4.9-10.

A colheita do fim dos tempos
(Leia Apocalipse 14.14-20)

A visão da colheita do fim dos tempos é uma figura do Dia do Juízo Final, quando Deus castigará os maus. Há duas colheitas: a primeira é feita por “alguém que parecia um ser humano” (vs. 14-16); a segunda, a colheita das uvas, é feita por um anjo (vs. 17-20).
14.14 alguém que parecia um ser humano O próprio Jesus Cristo. Ver Ap 1.13, n. coroa de ouro na cabeçaPara mostrar que ele é o Rei.
14.15 templo O templo do céu (ver Ap 3.12, n.). a colheita Jl 3.13.
14.18 anjo... encarregado do fogo Isto é, do fogo sobre o altar de incenso (Ap 8.3-5). corte os cachos de uvas da videiraEsta ordem é a resposta ao pedido dos mártires cristãos em Ap 6.10.
14.19 tanque da violenta ira de Deus Ver v. 10, n.

14.20 As uvas foram pisadas Figura do Juízo Final (Ap 19.15; ver também Lm 1.15; Is 63.3; Jl 3.13). trezentos quilômetros Ao pé da letra, o texto original grego diz: “mil e seiscentos estádios”. O estádio, que é uma medida de distância, equivale a uns 180 m. um metro e meio Ao pé da letra, o texto original grego diz: “até à altura dos freios dos cavalos”.

Índice: Apocalipse 1 Apocalipse 2 Apocalipse 3 Apocalipse 4 Apocalipse 5 Apocalipse 6 Apocalipse 7 Apocalipse 8 Apocalipse 9 Apocalipse 10 Apocalipse 11 Apocalipse 12 Apocalipse 13 Apocalipse 14 Apocalipse 15 Apocalipse 16 Apocalipse 17 Apocalipse 18 Apocalipse 19 Apocalipse 20 Apocalipse 21 Apocalipse 22

Nenhum comentário:

Postar um comentário