2016/10/08

Números 4 — Análise Bíblica

Números 4 — Análise Bíblica

Números 4 — Análise Bíblica



Números 4

Nm 4:1-49 A divisão de tarefas dos levitas. Para que o povo fosse bem-sucedido em sua marcha pelo deserto, cada grupo da comunidade teria de se mostrar competente no cumprimento do seu papel. E, dentro de cada grupo, havia subgrupos para os quais era necessário distribuir tarefas. Esse capítulo mostra a divisão do trabalho entre as três famílias levitas mencionadas no censo (Nm 3:16-37). Um censo à parte foi ordenado para determinar quantos desses indivíduos estavam aptos a servir na tenda da congregação. Todos os homens levitas de 30 a 50 anos de idade deviam ser contados (4:1-3). É possível que começassem a servir mais tarde no serviço religioso do que no serviço militar por causa da seriedade das funções exercidas, que exigiam maturidade emocional, mental e física. Os totais apresentados aqui diferem do número de levitas do sexo masculino em 3:21-39, pois naquela contagem foram incluídos todos os homens dessa tribo, até mesmo os que eram jovens ou idosos demais para servir na tenda da congregação.
Cada um dos três clãs levitas ficaria responsável pelo transporte de uma parte da tenda da congregação e seria supervisionado por um dos descendentes de Arão.
As responsabilidades dos coatitas são descritas em 4:4-20. Deviam carregar as coisas santíssimas (4:4; cf. tb. Nm 3:31), itens tão sagrados que somente os sacerdotes podiam tocá-los. Assim, os sacerdotes, supostamente sob a supervisão de Eleazar (4:16), filho de Arão, deviam embrulhar esses objetos cuidadosamente antes de permitir que os coatitas os carregassem (4:5-15a). Os coatitas não deviam tocar em nenhuma dessas coisas diretamente nem tentar vê-las, ainda que de relance. A pena para a desobediência a essa injunção era a morte (4:156,17-20).
As responsabilidades dos gersonitas são definidas em Nm 4:21-28. Sob a supervisão de Itamar, filho de Arão (4:28), deviam carregar o tabernáculo propriamente dito, as cortinas que separavam suas várias partes e as cordas usadas para fixá-las (4:25-26; cf. tb. 3:25-26).
As responsabilidades dos meraritas são apresentadas em 4:29-33. Deviam carregar a estrutura de madeira na qual as cortinas eram penduradas quando da montagem do tabernáculo (4:31-32a; cf. tb. Nm 3:36-37). Cada homem do clã era responsável pelo transporte de itens específicos (4:326). Como os gersonitas, os meraritas eram supervisionados por Itamar, filho de Arão (4:33). O capítulo termina com uma declaração do número total de homens aptos para servir na tenda da congregação em cada um desses três clãs (4:34-49), conforme indicado pelo censo.

Mais: Números 1 Números 2 Números 3 Números 4 Números 5 Números 6 Números 7 Números 8 Números 9 Números 10 Números 11 Números 12 Números 13 Números 14 Números 15 Números 16 Números 17 Números 18 Números 19 Números 20 Números 21 Números 22 Números 23 Números 24 Números 25 Números 26 Números 27 Números 28 Números 29 Números 30 Números 31 Números 32 Números 33 Números 34 Números 35 Números 36

Nenhum comentário:

Postar um comentário