2016/10/27

Salmo 100 — Estudo Devocional

Salmo 100 — Estudo Devocional

Salmo 100 — Estudo Devocional



Salmo 100 

Hino de louvor
Salmo de louvor.

100.1-5 O SENHOR é bom. Segundo alguns estudiosos, este salmo encerra a série de seis salmos de louvor, e deveria ser cantado no momento da procissão entrar solenemente no pátio do Templo (veja Sl 95.1—100.5, nota). Bondade, disposição amorosa e fidelidade são marcas do caráter de Deus que estão expressas ao longo de toda sua revelação à humanidade. Tudo isso ficou ainda mais evidente através da sua encarnação na pessoa de Jesus Cristo. Essa compreensão nos permite adorá-lo “com alegria” (v. 2), e não por medo ou por obrigação, como se faz em religiões primitivas ou em formas neuróticas de fé.

100.1 todos os moradores da terra! A adoração é inclusiva — todos os moradores, cada um no seu ritmo, língua e tradição, são chamados a celebrar ao Senhor. Novamente, temos um convite para não julgar sobre o modo de adoração alheio.

100.2 Adorem o SENHOR com alegria. O louvor tem um lugar especial no coração de Deus — que quer que todos demonstrem sua alegria e seu canto.

100.3 o SENHOR é Deus. Ele nos fez, e nós somos dele. O canto de louvor tem também um sentido de “pôr as coisas no seu devido lugar”: sabermos que somos criaturas e não deuses, sabermos que somos dele, e que ele é nosso pastor. Quando essas dimensões são esquecidas o ser humano se perde, e fica sem noção — ou “para cima demais”, achando que é onipotente e assim desprezando a Deus, aos outros humanos e à natureza, ou “para baixo demais”, achando-se desprezível e insignificante. O nosso lugar no coração de Deus é ponto de partida para o modo de vermos a nós e aos outros.

100.4 Ações de graças… louvor… sejam agradecidos. Perceba o ritmo proposto para a pessoa que se aproxima de Deus, também corporalmente (como nesta caminhada ao templo): Reconhecer sua grandeza, louvá-lo e reconhecer o dom da vida que nos tem dado.

100.5 O SENHOR é bom; seu amor dura para sempre, e a sua fidelidade não tem fim. Que estas certezas não nos abandonem nunca, que sejam um farol, também para tempos nebulosos. Veja também Hb 11.6, nota.

Continuação: Salmo 90 Salmo 91 Salmo 92 Salmo 93 Salmo 94 Salmo 95 Salmo 96 Salmo 97 Salmo 98 Salmo 99 Salmo 100

Nenhum comentário:

Postar um comentário