2017/11/30

Atos 26 — Comentário Devocional

26.3ss - Esse discurso é um bom exemplo da poderosa oratória de Paulo. Iniciando com um elogio a Agripa, o apóstolo falou um pouco sobre sua pessoa e passou rapidamente para as Boas Novas, inclusive sobre a ressurreição de Cristo, e o público ficou fascinado.

26.17-18 - Paulo aproveitava cada oportunidade para lembrar a seu público que os gentios tinham uma parte igual na herança de Deus, que é a promessa e a bênção da aliança que Deus fez com Abraão (ver Ef 2.19; 1 Pe 1.3, 4). A missão de Paulo era pregar as Boas Novas aos gentios.

26.24 - Paulo arriscou sua vida por uma mensagem que parecia ofensiva aos judeus, e era incrível para os gentios. Jesus recebeu a mesma resposta à sua mensagem (Mc 3.21; Jo 10.20). Para uma mente mundana, materialista, parece loucura arriscar tanto por um ganho aparentemente tão pequeno. Mas quando você segue a Cristo, logo descobre que os bens mais estimadas não podem ser comparados com a menor das recompensas eternas.

26.26 - Paulo apelou para os fatos: as pessoas que ouviram a Jesus e tinham visto seus milagres ainda estavam vivas; a tumba vazia ainda podia ser contemplada; e a mensagem cristã estava revolucionando o mundo (17.6). A história da vida de Jesus e da Igreja Primitiva são fatos que ainda hoje nos confrontam. Temos os depoimentos das testemunhas oculares da vida de Jesus registrados na Bíblia, como também registros históricos e arqueológicos sobre a Igreja Primitiva para estudar. Examine os acontecimentos e os fatos testificados por tantas pessoas. Fortaleça a sua fé com a verdade desses testemunhos.

26.28-29 - Agripa respondeu à apresentação de Paulo com uma observação sarcástica. Paulo não reagiu, mas fez um apelo pessoal, ao qual esperava que todos os seus ouvintes respondessem. A resposta de Paulo é um bom exemplo de como talarmos aos outros sobre o plano da salvação de Deus. Um apelo ou um testemunho pessoal sincero pode mostrar a profundidade de nossa preocupação e penetrar os corações endurecidos.

26.28-29 - O coração de Paulo foi revelado por meio de suas palavras. Ele estava mais preocupado com a salvação daqueles estranhos do que com a remoção das correntes que o aprisionavam. Peça que Deus lhe dê um desejo ardente de ver outras pessoas irem a Cristo; um desejo tão forte que obscureça seus problemas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário