2019/08/22

Interpretação de 2 Reis 3

Interpretação de 2 Reis 3

Interpretação de 2 Reis 3




2 Reis 3


2) A Expedição de Jorão Contra Moabe.
3:1-27. A campanha de Jorão contra Moabe demonstra como Deus abomina completamente a religião pagã. O resultado foi uma lição objetiva para Israel, mostrando-lhe por que ela devia abandonar a idolatria. Não obstante, ela não o fez.
1. Jorão . . , começou a reinar . . . no décimo oitavo ano de Josafá. Veja 3:1; 1:17 com referência à data dupla de sua ascensão. Isto indica uma co-regência de Josafá e Jorão em Judá (veja Thiele, op. cit., pág. 61 e segs.).
2. Fez o que era mau, etc. Jorão não pecou como Acabe; mas violou a aliança, pois aderiu aos pecados de Jeroboão (v. 3). Com relação à vida ímpia de Jeroboão, veja I Reis 12:26-3 3; 13: 33; II Reis 10:29.
4. Mesa, rei dos moabitas. A Pedra Moabita descreve a duração da sujeição de Moabe a Israel (veja ANET, “Moabite Stone”). Pagava o seu tributo indica o estado de sujeição. Criador de gado. Moabe criava muito gado ovino. O número dos carneiros mencionados indica o tributo anual.
5. Revoltou-se. Mesa achou que Israel estava bastante enfraquecida, depois da morte de Acabe, para Moabe tentar obter sua liberdade. Veja II Crônicas 20 com referência a uma anterior invasão moabita em Judá, quando os moabitas foram destruídos, e Moabe ficou enfraquecida demais para repelir a aliança.
6. Jorão ... fez revista de todo o Israel. A rebelião de Mesa consistia em recusar-se a pagar o tributo. Jorão, portanto, convocou suas tropas para cobrá-lo.
7. Mandou dizer a Josafá. O fato de Jorão ter procurado uma aliança com Josafá indica que ele precisava atravessar o território de Judá a fim de avançar contra Moabe. Isto, por outro lado, indica que Mesa tinha fortalecido sua fronteira ao norte. Se Jorão obtivesse o apoio de Josafá, também teria a ajuda de Edom, que se encontrava sob o governo de Judá nessa ocasião. Josafá esqueceu-se que as alianças com aqueles que pecam contra o Senhor são proibidas aos crentes.
8. A rota escolhida por Josafá passava pela praia ocidental do Mar Morto e contornava seus limites ao sul.
9. Após sete dias de marcha. Tendo deixado Jerusalém e tendo se encontrado com Edom, a quem se uniu no caminho, andaram vagando à procura de Mesa, até que finalmente ficaram sem água.
10. A impiedade de Jorão levou-o a acusar Deus pelo desastre que enfrentavam.
11, 12. Algum profeta do Senhor. Josafá rejeitou a opinião de Jorão. Aqui está Eliseu. Parece que Jorão não sabia da presença de Eliseu. Está com ele a palavra do Senhor. Eliseu tinha reputação. Um aperto calamitoso forçou-os agora a consultá-lo.
13,14. Vai aos profetas de teu pai. Veja os versículos 2, 3. Eliseu rejeitou toda apelação para o seu ofício que tivesse o sabor de crença pagã na magia. Não. Veja comentário sobre o versículo 10 acima. Se não fosse pela presença de Josafá, Eliseu não teria respondido a tal impiedade. Um encontro como líder da idolatria do norte era exasperante.
15. Trazei-me um tangedor. Para que tocasse hinos a fim de que ele pudesse se colocar em um estado de espírito apropriado para ouvir a palavra do Senhor. O poder de Deus. Deus respondeu profetizando o sucesso da campanha. Ele o permitiria para mostrar a Seu povo o aspecto abominável dos cultos pagãos.
16. Fazei neste vale covas e covas. Era o vale de Zerede, atualmente Wadi el Hesa, fronteira meridional de Moabe.
17. Não. . . vereis chuva; todavia este vale se encherá. Água da chuva vindo das montanhas acima encheria as covas. O milagre estava na escolha do momento oportuno.
18. Entregará Moabe. Confirmação de que era operação de Jeová. 19. Ferireis todas as cidades fortificadas. A destruição seria completa.
20. Ao apresentar-se a oferta de mar. A água, chegando no momento da oferta de amor no Templo, falava do amor de Deus e, assim, mostrava com antecedência a conclusão da expedição. Pelo caminho de Edom. Veja o versículo 17.
21. Os moabitas . . . postos nas fronteiras. Moabe convocou suas tropas para enfrentar a invasão.
22, 23. De madrugada. Na mesma manhã em que a água apareceu. Vermelhas como sangue. Devido ao seu aspecto barrento e sob os raios do sol. Os moabitas, ansiosos pelos despojos, concluíram que seus inimigos tinham matado uns aos outros.
24. Chegando eles ao arraial . . . os israelitas se levantaram. Os israelitas surpreenderam os atacantes surgindo de um acampamento aparentemente vazio. Entraram. A predição de sua conquista começou a se cumprir.
25. Arrasaram as cidades. Tal destruição representava a política militar costumeira daquele tempo, atualmente chamada de tática da terra arrasada. Quir-Haresete. A única cidade que não foi tomada, a atual el Kerak. Estando situada num ponto destacado ao fim de um desfiladeiro estreito, resistiu aos ataques com atiradores postados sobre as elevações à volta.
26. Com grande coragem Mesa pessoalmente liderou uma surtida de setecentos espadachins; esta tentativa, contudo, não teve efeito. Contra o rei de Edom. Mesa evidentemente esperava que fosse um elo fraco ou soldado menos zeloso que os outros. 
27. Tomou a seu filho primogênito. O rei de Moabe procurou desesperadamente induzir o seu deus a lhe conceder a vitória. Para os povos pagãos, a adversidade era anal de que seu deus estava zangado. O sacrifício do primogênito não era preço grande demais para se pagar pelo favor de um deus. Sobre o muro. À vista de Israel para que Israel temesse a Camos, o deus moabita, e conseqüentemente se retirasse. Grande indignação em Israel, E.R.C. (não contra como na E.R.A.). A preposição hebraica ‘al indica aqui que Judá e Israel se indignaram por causa deste ato abominável (cons. Lv. 18:21; 20:3). . . . se retiraram . . . e voltaram. Israel, Judá e Moabe encerraram o incidente e voltaram para suas terras, profundamente chocados em sua sensibilidade moral. Parece que o autor faz a pergunta: Se Israel ficou tão profundamente abalada neste caso, por que não se impressionava o suficiente para abandonar a sua própria idolatria? Mas a idolatria continuou em Israel e Judá.

Índice: 2 Reis 1 2 Reis 2 2 Reis 3 2 Reis 4 2 Reis 5 2 Reis 6 2 Reis 7 2 Reis 8 2 Reis 9 2 Reis 10 2 Reis 11 2 Reis 12 2 Reis 13 2 Reis 14 2 Reis 15 2 Reis 16 2 Reis 17 2 Reis 18 2 Reis 19 2 Reis 20 2 Reis 21 2 Reis 22 2 Reis 23 2 Reis 24 2 Reis 25

Um comentário:

Missionária Cleide Rodrigues Cleidinha disse...

Quando Deus está na peleja, a vitória é do seu povo :)

Postar um comentário