2016/02/03

Apocalipse 4 — Explicação das Escrituras

Apocalipse — Explicação das Escrituras

Apocalipse 4 — Explicação de Apocalipse




Apocalipse 4

4.4 Vinte e quatro tronos. O número é uma cifra completa, que sugere os doze patriarcas das tribos de Israel e os doze apóstolos, simbolizando dessa maneira a unidade dos salvos de todos tempos (cf. Ef 2.11-22). Podem ser anjos que participam no governo do universo (cf. Sl 89.7; Is 24.23; Êx 24.11).
4.5 Sete tochas. Lâmpadas portáteis da antiguidade, que simbolizam aqui a participação na criação e revelação do Espírito de Deus (cf. Sl 104.29, 30), Sete espíritos. Cf. 1.4n.
4.6 Mar. O simbolismo de um mar perante o trono de Deus se vê em Gn 1.7; 1 Rs 7.23; 2 Rs 16.17; Êx 24.10; Ez 1.22; Jó 37.18. Simboliza a separação entre Deus e o homem. Cristal. Possivelmente simboliza a glória divina, que só os fiéis, purificados pelo sangue de Cristo, poderão pisar. Quatro seres viventes. Deve ser uma figura da grandeza da Criação que incessantemente (v. 8) glorifica ao Criador (cf. Is 6.1-3; Ez 10.14).


Índice: Apocalipse 1 Apocalipse 2 Apocalipse 3 Apocalipse 4 Apocalipse 5 Apocalipse 6 Apocalipse 7 Apocalipse 8 Apocalipse 9 Apocalipse 10 Apocalipse 11 Apocalipse 12 Apocalipse 13 Apocalipse 14 Apocalipse 15 Apocalipse 16 Apocalipse 17 Apocalipse 18 Apocalipse 19 Apocalipse 20 Apocalipse 21 Apocalipse 22

Nenhum comentário:

Postar um comentário