Josué 2 — Explicação das Escrituras

Josué 2 — Explicação de Josué

Josué 2 — Explicação de Josué





Josué 2

2.2 O rei de Jericó é um exemplo de um chefe de cidade real, entre as várias que dominavam Canaã, antes da conquista de Josué. Uma cidade como Jericó, com seus muros altos e grossos, dava proteção, em caso de ataque, não somente aos habitantes da cidade, mas também a todos que moravam na circunvizinhança. Somente quando atacados por forças poderosas é que aquelas cidades se aliavam para defesa mútua (e.g., Js 10.1-5).
2.10 Seom e Ogue. Os dois reis amorreus (9.10) que tinham sido vencidos quando não deram licença para Israel atravessar suas terras (Nm 21.21-35).
2.9.11 Raabe encontrada na dos heróis da fé (Hb 11.31), a despeito de sua vida repreensível (talvez tivesse sido sacerdotisa da religião pagã, e, assim, uma prostituta sagrada). Sua fé, sem dúvida despertada pelo testemunho dos espias, resultou na sua justificação, e frutificou em obras. Ela arriscou a sua vida para salvar as dos representantes do Povo de Deus (Tg 2.25). Quando Jericó foi tomada, Josué poupou sua vida e a de seus parentes (6.25). Ela casou-se depois com um israelita chamado Salmon (Mt 1.5), possivelmente filho de Calebe (cf. 1 Cr 2.51) e tornou-se ancestral de Davi e Jesus Cristo (Mt 1.5-16).
2.11 Como gentia, Raabe necessitava juntar-se como prosélita ao Povo da Aliança, para chamar ao Senhor de “seu Deus”, e por isso, a essa altura, ainda diz “vosso Deus”. É notável sua confissão acerca de Deus neste versículo, já que o politeísmo e a idolatria predominavam entre os cananeus.
2.12 Jurai-me... pelo Senhor - uma forma de juramento usada naquele tempo.
2.15 Uma corda. As cordas eram feitas de elementos tais como linho, fibras de palmeiras, pêlos de camelos, etc. Por ser de fio de escarlata (18) e garantir a salvação de todos dentro da casa é semelhante ao sangue do cordeiro que guardou as casas dos israelitas da praga destruidora, na noite da primeira Páscoa (Êx 12.1-13). Igualmente nos volve ao futuro, quando Cristo viria a verter seu sangue na cruz para salvar a todos que se abrigassem nele pela fé.
2.16 Ide-vos ao monte. É o mesmo monte que a tradição nos diz ser o lugar onde Jesus jejuou por quarenta dias (Mt 4.1) e, por isso, chamado hoje o “Quarentano”.
2.22 Não os acharam. Provavelmente; os espias, se esconderam numa das cavernas daquela região.

Índice: Josué 1 Josué 2 Josué 3 Josué 4 Josué 5 Josué 6 Josué 7 Josué 8 Josué 9 Josué 10 Josué 11 Josué 12 Josué 13 Josué 14 Josué 15 Josué 16 Josué 17 Josué 18 Josué 19 Josué 20 Josué 21 Josué 22 Josué 23 Josué 24