Levítico 9 — Explicação das Escrituras

Levítico 9 — Explicação das Escrituras

Levítico 9 — Explicação das Escrituras


Levítico 9

9.1-24 As três partes essenciais do capítulo são: 1) Os mandamentos, 1-7; 2) A execução dos mandamentos, 8.22; 3) A aprovação divina pronunciada sobre aquilo que havia sido feito, 22-24.
9.4 Arão, tipificando Jesus Cristo na sua posição de sumo sacerdote, não podia tipificá-lo em matéria de santidade, visto que tinha, em primeiro lugar, que buscar a expiação pelos seus próprios pecados, Hb 5.1-3.
9.11 Simbolizava a expiação completa; completa maldição caia sobre o substituto, e a expiação não era completada até que o sacrifício fosse completo e inteiramente consumido, Hb 13.11-13.
9.23 A glória do Senhor na nuvem, e o fogo que dEle procedeu, (24), era uma confirmação pública da aceitação divina do ministério sacerdotal e da eficácia das ofertas. Cf. também Êx 40.34; 2 Cr 7.1.
9.24 O fogo tem sido considerado um símbolo sagrado por quase todos os povos e por quase todas as religiões. Como símbolo ilustra muitas verdades bíblicas. O fogo foi empregado por Deus, não somente para oferecer a Sua proteção divina (Nm 9.16) como também para ser o instrumento da Sua justa vingança (Dt 4.24; Hb 12.29), e um símbolo do Espírito Santo (Is 4.4; At 2.3). O presente versículo mostra a vinda do fogo com a finalidade de consumir o sacrifício sobre o altar, já que todas as ofertas queimadas tinham que ser consumias pelo fogo, 6.9-12. As Escrituras dão multas instâncias da aparência sobrenatural do fogo: o arbusto que se queimava, Êx 3.2; a hora da Lei ser dada no monte Sinai, Dt 4.11, 36; no monte Carmelo, quando Elias venceu os profetas de Baal, 1 Rs 18.38. Em algumas ocasiões o próprio Deus apareceu no fogo, Êx 3.4-6; 19.18, e, no fim dos tempos, Jesus Cristo voltará “em chama de fogo” 2 Ts 1.18. O fogo nos dá a idéia de algo que consome; que purifica e que derrete, e decerto, simboliza algo da Santidade de Deus: “o nosso Deus é fogo consumidor”, Hb 12.29; Dt 9.3. Entre os casos narrados na Bíblia, de uma destruição pelo fogo, operada por Deus, destacam-se: 1) Sodoma e Gomorra, Gn 19.24; 2) Uma das pragas sobre o Egito, Êx 9.23-24; 3) Uma praga entre os israelitas “, Nm 11.1-3; 4) Os 250 participantes da rebelião de Corá, Nm 16.35; 5) Os 102 soldados que foram prender Elias, 2 Rs 1.10-14 As profecias bíblicas sobre uma futura destruição pelo fogo se referem às seguintes: 1) O julgamento ao toque da primeira trombeta, Ap 8.7; 2) O fogo saindo das duas testemunhas, Ap 11.5; 3) A destruição da Babilônia, Ap 18.8; 4) O fogo para consumir os exércitos, de Satanás, Ap 20.9; 5) O fogo para destruir o universo inteiro 2 Pe 3.10-13.

Índice: Levítico 1 Levítico 2 Levítico 3 Levítico 4 Levítico 5 Levítico 6 Levítico 7 Levítico 8 Levítico 9 Levítico 10 Levítico 11 Levítico 12 Levítico 13 Levítico 14 Levítico 15 Levítico 16 Levítico 17 Levítico 18 Levítico 19 Levítico 20 Levítico 21 Levítico 22 Levítico 23 Levítico 24 Levítico 25 Levítico 26 Levítico 27