2019/08/22

Interpretação de 1 Crônicas 1

Interpretação de 1 Crônicas 1

Interpretação de 1 Crônicas 1




1 Crônicas 1


A. Patriarcas. 1:1-54.
Este primeiro capítulo resume o desenvolvimento da raça humana. Começa com Adão e segue sua descendência genealógica através de Abraão até Jacó e Esaú. Seu propósito é definir o lugar do povo escolhido por Deus na história do mundo. Ramos da raça humana afastados de Israel são, portanto, ignorados a não ser por uma rápida menção, quando muito; enquanto que aqueles que estão mais ultimamente relacionados com Israel são tratados nos menores detalhes. A maior parte do material foi extraído diretamente do registro de Gênesis.
4. Noé. O cronista espera que seus leitores compreendam que Sem, Cão e Jafé são os três filhos de Noé, e não gerações sucessivas (Gn. 5).
5. Os filhos de Jafé. Os versículos 5-23 reproduzem a tabela de Gênesis 10, com apenas pequenas diferenças de ortografia. Os jafitas incluem os povos da Europa e norte da Ásia, tais como Javã (Jônia, os gregos), Gômer (os cimérios das planícies russas), Tubal e Meseque (a antiga Tabali e Musqui do planalto turco) e Madai (os medas do Irã).
8. Os filho de Cão. Os descendentes de Cão ocuparam a África: Pute (Líbia), Mizraim (Egito) e Cuxe (Etiópia). Mas Cão também estabeleceu-se a sudoeste da Ásia: Canaã (Palestina) e o cuxita Ninrode na Babilônia (cons. Gn. 10:10; e observe como o segundo rio do Éden 1imita “Cuxe”, 2:13).
17. Os filhos de Sem. Depois que se repartiu a terra (v.19), o que provavelmente se refere à confusão das línguas em Babel (Gn. 11:1-9), os semitas permaneceram mais perto do lar da humanidade na Ásia Central, embora vagueando desde Lude (Lídia da Ásia Menor) e Arã (Síria) até o Elão (norte do Golfo Pérsico). De Arfaxade veio Éber (isto é, o “hebreu”), o antepassado de Abrão e outros povos não fixados, conhecidos na história antiga como os habiru ou apiru. Uz, Hul, Geter e Meseque foram filhos de Arã (Gn. 10:23).
27. E Abrão, que é Abraão. Sua origem foi extraída de Gn. 11:10-26 e a mudança do seu nome está descrita em 17:5.
28. Os filhos de Abraão. Embora Isaque seja mencionado, os versículos 28-33 tratam dos descendentes de Abraão com suas segundas esposas, Hagar e Quetura (v. 32; veja Gn. 25:1-4, 12-16). O cronista menciona estes nômades, descendentes de árabes, antes de se voltar para Isaque, o filho de Sara, que foi o filho da promessa.
35. Os filhos de Esaú. Então, dos gêmeos de Isaque, Esaú e sua descendência edomita foram rapidamente mencionados, antes de Jacó e seu povo israelita, que são o tema de I e II Crônicas, serem apresentados. Os versículos 35-54 resumem a tabela de Gênesis 36 com apenas variações na ortografia feitas pelo escriba.
36. Timna não era filho de Elifaz, mas sua concubina e filha de Seir (v. 39). Ela gerou Amaleque (Gn. 36:12) e seu nome foi dado a um distrito em Edom (v. 51).
38. Seir era dos “horreus” (Gn. 36:20), ou hurrianos, um importante povo da antiguidade, dentre o qual alguns se estabeleceram em Edom antes da chegada de Esaú (Dt. 2:12, 22). 42. Uz. Jó, que era proveniente da região desse homem (Jó 1:1), poderia ter sido um dos primeiros descendentes edomitas de Esaú (cons. Lm. 4:21). Compare com Elifaz, filho de Esaú, pai de Temã (v. 36), de quem Elifaz, o temanita, amigo de Jó (Jó 2:11), poderia ter recebido o seu próprio nome.
51. Morreu Hadade. Sua morte não foi mencionada na seção correspondente do Pentateuco (Gn. 36 : 39), provavelmente porque ele foi contemporâneo de Moisés, mas tinha, é claro, morrido há muito tempo quando Esdras escreveu as Crônicas. Os príncipes de Edom. Estes foram líderes, ou “chefes” tribais.
B. Judá. 2:1 – 4:3.
A terra ocupada pelos judeus que retornaram do Exílio consistia primeiramente dos territórios de Judá e Benjamim. Os elementos líderes, além do mais, na comunidade de Esdras, foram igualmente representantes dessas duas tribos (Ed. 1:5; 10:9), das quais o antigo reino do sul era composto. Em sua tentativa, portanto, de estabelecer a pureza nacional, o cronista enfatizou principalmente Judá (a maior parte dos capítulos 2-4) e Benjamim (grande parte dos capítulos 7.9). Foi Judá que se destacou particularmente (Ed. 4:4, 6), da qual o próprio nome “judeu” se deriva. 

Índice: 1 Crônicas 1 1 Crônicas 2 1 Crônicas 3 1 Crônicas 4 1 Crônicas 5 1 Crônicas 6 1 Crônicas 7 1 Crônicas 8 1 Crônicas 9 1 Crônicas 10 1 Crônicas 11 1 Crônicas 12 1 Crônicas 13 1 Crônicas 14 1 Crônicas 15 1 Crônicas 16 1 Crônicas 17 1 Crônicas 18 1 Crônicas 19 1 Crônicas 20 1 Crônicas 21 1 Crônicas 22 1 Crônicas 23 1 Crônicas 24 1 Crônicas 25 1 Crônicas 26 1 Crônicas 27 1 Crônicas 28 1 Crônicas 29


Nenhum comentário:

Postar um comentário