2019/09/01

Levítico 10 — Comentário Devocional

Levítico 10 — Comentário Devocional

Levítico 10 — Comentário Devocional



Levítico 10


10.1 - O que era o “fogo estranho” oferecido por Nadabe e Abiú ao Senhor? O fogo no altar do holocausto jamais poderia se apagar (6.12.13), significando que era santo. É possível que Nadabe e Abiú trouxessem para o altar brasas de outra fonte, profanando o sacrifício. Também se sugere que ambos tenham apresentado a oferta no momento errado. Seja qual for a explicação correta, o ponto é que Nadabe e Abiú desonraram o ofício de sacerdote num ato flagrante de desrespeito a Deus, que acabara de rever com eles como precisamente deveria ser a conduta de adoração. Como líderes, eles tinham a responsabilidade especial de obedecer a Deus, pois nesta posição poderiam facilmente desviar outros. Se Deus o chamou para conduzir ou ensinar outras pessoas, não deixe de ficar bem perto dEle e seguir suas instruções.
10.2 - Os filhos de Arão foram negligentes quanto às leis para os sacrifícios. Em resposta, Deus os destruiu com fogo consumidor. Realizar os sacrifícios era um ato de obediência, e executá-los de forma correta demonstrava respeito a Deus. É fácil se tornar descuidado da obediência a Deus e viver ao próprio modo, sem considerar o de Deus. Mas se ambos os caminhos fossem bons, Deus não teria ordenado que seguíssemos a sua direção. Ele sempre possui boas razões ao dar suas ordens, e nos colocamos em perigo todas as vezes que lhe desobedecemos.
10.8-11 - Os sacerdotes não podiam beber vinho ou outra bebida alcoólica antes de entrar no Tabernáculo. Se tivessem os sentidos alterados, eles poderiam repetir o pecado de Nadabe e Abiú, introduzindo algo impuro na cerimônia de adoração. Além disso, o ato de beber os tornaria desqualificados para ensinar ao povo as condições de Deus relacionadas à autodisciplina. A embriaguez estava associada às práticas pagãs e os sacerdotes judeus deveriam ser nitidamente distintos.
10.10,11 - Esta passagem (juntamente com 19.1,2) mostra o foco de Levítico. Os Dez Mandamentos registrados em Êxodo 20, eram as leis fundamentais de Deus. Levítico explicou e suplementou tais leis com muitos outros princípios que ajudavam os israelitas a pô-las em prática. O propósito das leis de Deus era ensinar o povo a distinguir o certo do errado, o santo do comum. A nação que vivesse pelas leis de Deus seria obviamente separada, dedicada ao seu serviço.
10.16-20 - O sacerdote que oferecesse a oferta pelo pecado deveria comer uma porção do animal e depois queimar o restante (6.24-30). Moisés ficou furioso com o fato de Eleazar e Itamar queimarem a oferta pelo pecado sem dela nada comer. Arão explicou que seus filhos não acharam apropriado comer o sacrifício uma vez que os irmãos, Nadabe e Abiú, tinham acabado de morrer por sacrificarem de forma errada. Então Moisés compreendeu que Eleazar e Itamar não estavam tentando desobedecer a Deus, mas apenas estavam temerosos e tristes pelo que acontecera aos seus irmãos. 

Índice: Levítico 1 Levítico 2 Levítico 3 Levítico 4 Levítico 5 Levítico 6 Levítico 7 Levítico 8 Levítico 9 Levítico 10 Levítico 11 Levítico 12 Levítico 13 Levítico 14 Levítico 15 Levítico 16 Levítico 17 Levítico 18 Levítico 19 Levítico 20 Levítico 21 Levítico 22 Levítico 23 Levítico 24 Levítico 25 Levítico 26 Levítico 27

3 comentários:

  1. Gostei muito do entendimento do versículo 20, pois não estava entendendo o que Moisés tinha se dado por satisfeito.

    ResponderExcluir
  2. Gostei muito do entendimento do versículo 20, pois não estava entendendo o que Moisés tinha se dado por satisfeito.

    ResponderExcluir
  3. Gostei muito do entendimento do versículo 20, pois não estava entendendo o que Moisés tinha se dado por satisfeito.

    ResponderExcluir